Ai Weiwei na bienal de Veneza

O artista dissidente chinês Ai Weiwei vai representar a Alemanha na Bienal de Veneza de 2013. O pavilhão alemão também terá trabalhos da indiana Dayanita Singh, do sul-africano Santu Mofokeng e do franco-alemão Romuald Karmakar. Weiwei, que não poupa críticas ao governo da China, ficou preso entre abril e junho de 2011 sem receber acusações formais e atualmente vive sob vigilância. A comissária alemã Susanne Gensheimer afirma esperar que as autoridades chinesas permitam a viagem do artista para a Bienal. Em outubro, ele foi eleito pela revista ArtReview como a pessoa mais poderosa do mundo da arte. / EFE

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.