Água do canal de Veneza será engarrafada na Bienal

A água do Canal Grande de Veneza pode ser potável e ótima para beber: esta será a tese da performance dos artistas Jorge e Lucy Orta, que inaugurará no próximo dia 8 de junho, em Veneza, a Drink Water, uma mostra organizada pela Fundação Bevilacqua La Masa, localizada em San Marco.Para os dois artistas, trata-se de uma dupla homenagem: a primeira é remeter ao nome da instituição (Drink Water, tradução para o inglês do nome em italiano Bevilacqua) e à onipresença da água em Veneza."A ação artística pretende sublinhar a emergência da situação da água potável em todo o mundo, sobretudo nas partes mais pobres do globo", afirmam os artistas.Na galeria da BLM será instalado um equipamento encarregado da filtragem e purificação da água, que será ligado a um tubo conectado diretamente ao Canal Grande de Veneza, tornando a água do canal veneziano em água potável.Segundo a Fundação Bevilacqua La Masa, a intenção é posteriormente distribuir o líquido purificado durante a Bienal, engarrafado e pronto para o uso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.