Chris Helgren/Reuters
Chris Helgren/Reuters

Agora você também pode ser noiva do príncipe William

Artista plástica cria estátua de cera de William, em tamanho natural

Cindy Martin , Reuters Life!

08 de fevereiro de 2011 | 13h33

Você pode ter ficado decepcionada por não ter sido escolhida no lugar de Kate Middleton quando ela e o príncipe William anunciaram seu noivado ao mundo - mas você ainda pode aparecer na foto.

A artista plástica norte-americana Jennifer Rubbell criou uma estátua de cera de William, em tamanho natural, fazendo a mesma pose que o príncipe fez no evento de imprensa no dia em que foi anunciado seu noivado.

Veja também:

linkKate Middleton desbanca Lady Gaga como nome mais citado na moda

O melhor de tudo é que você descobrirá, quando passar o braço pelo braço do príncipe, que existe uma réplica da aliança de noivado de diamantes e safiras fixada ao braço do falso William.

Basta passar seu dedo pela réplica, e pronto! Você estará noiva do segundo homem na linha de sucessão ao trono britânico.

Rubbell disse que o objetivo de seu trabalho é permitir que mulheres que gostariam de ser princesas tenham a oportunidade de viver uma de suas fantasias infantis.

"Acho que muitas mulheres têm essa fantasia de encontrar o Príncipe Encantado", disse ela.

A artista disse que, para as mulheres, a fantasia está relacionada à segurança.

"Do mesmo jeito que homens podem tecer fantasias em que ganham na loteria, as mulheres podem ter fantasias de casar-se com o príncipe William. É uma fantasia de segurança, do mesmo jeito."

Rubbell acha que os norte-americanos gostam de acompanhar a família real britânica porque não há nada equivalente nos Estados Unidos.

"Os americanos se divertem com a realeza e não carregam o ônus. Para nós, eles são como celebridades: celebridades que têm um trabalho divertido. Podemos pensar neles dessa maneira e eles podem ocupar o espaço que queremos que ocupem."

A estátua de cera do príncipe William ficará exposta na mostra "Engagement" (Noivado), na galeria Stephen Friedman, em Londres, até 5 de março.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.