Agenda variada, mas sem Prêmio Nobel

N

O Estado de S.Paulo

30 de junho de 2012 | 03h10

em só de poesia e de Drummond será feita a 10.ª Flip. Durante cinco dias, a partir de quarta-feira, a cidade recebe importantes - e premiados - nomes da literatura mundial. A cota de prêmio Nobel deste ano seria preenchida pelo francês J.M.G. Le Clézio, que cancelou ontem sua vinda alegando problemas de saúde. Ele será substituído pelo catalão Enrique Vila-Matas, que fará, no sábado, às 19h30, a conferência Música para Malogrados.

Vencedor do último Pulitzer de não ficção, o americano Stephen Greenblatt debate Shakespeare com James Shapiro na sexta, às 12 horas. Também agraciada com o Pulitzer, mas na categoria ficção bem no ano em que Jonathan Franzen (entrevista acima) foi considerado o grande romancista americano, Jennifer Egan divide a mesa Pelos Olhos dos Outros no sábado, às 12 horas, com seu ídolo, o britânico Ian McEwan. Ele ganhou o Booker Prize em 1998, esteve na Flip em 2004 e está lançando Serena (leia resenha na pág. 6).

McEwan não é o único autor que volta ao evento. Antes de substituir Le Clézio, Vila-Matas, convidado de 2005, fala sobre literatura com o chileno Alejandro Zambra, um dos 22 melhores autores de língua espanhola segundo a Granta, na quinta, às 15 horas. Por falar em Granta, depois desse debate, às 17 horas, na sede da Casa Azul, serão anunciados os escritores que figurarão na primeira edição dedicada à literatura brasileira.

Há um bom time de autores daqui na programação deste ano. Zuenir Ventura é um dos participantes da mesa Em Família, no sábado, às 15 horas. Ao seu lado estarão João Anzanello Carrascoza e a portuguesa Dulce Maria Cardoso. O primeiro debate do evento, na quinta, às 10 horas, reunirá Altair Martins, André de Leones e Carlos de Brito e Mello em conversas sobre Escritas da Finitude. No domingo, Rubens Figueiredo e Francisco Dantas estarão na mesa A Imaginação Engajada, às 11h45.

O poeta sírio Adonis encontra o jornalista e escritor libanês Amin Maalalouf no debate Literatura e Liberdade, na sexta, às 17h15. Ficção e História é o tema da mesa do espanhol Javier Cercas e do colombiano Juan Gabriel Vásquez. Será na quinta, às 17h15. A cubana Zoé Valdés conversa com o haitiano Dany Laferrière na mesa O Avesso da Pátria no sábado, também às 17h15. / M.F.R.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.