Agência que lançou Gisele Bündchen pode acabar

A agência de modelos que lançou a carreira de tops como Gisele Bündchen, Claudia Schiffer, Naomi Campbell e Cindy Crawford, entre outras, entrou com pedido de falência num momento em que enfrenta uma série de problemas legais. A Elite Model Management Corp. de Nova York apresentou o pedido na semana passada, alegando os altos custos de vários processos legais de que é alvo, entre os quais uma ação coletiva apresentada contra ela e outras agências de modelos americanas, acusadas de cartel para a cobrança de comissões. "Estamos reagindo. Estamos fartos destes litígios. Agora podemos voltar a nos ocupar com nossos negócios", disse em um comunicado Monique Pillard, fundadora da Elite New York. "Mais importante, isso nos permite priorizar nossos modelos e nossos catálogos. Afinal, eles são a essência do nosso negócio", continuou. A empresa informou que continuará suas operações normalmente enquanto operar sob falência. A decisão não afeta, por enquanto, a filial brasileira da Elite.

Agencia Estado,

17 de fevereiro de 2004 | 10h29

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.