Afrosambafunk e tudo o mais num só disco

Macau formou a Tropa Maldita com Paulo Soares Filho (Paulo Bagunça) e Gerson Marcolino (Kongolês, já morto). Eram da favela (vinham da Cruzada São Sebastião), usavam cabelo black power, roupas coloridas, falavam gírias, adoravam os discursos da ativista Angela Davis. "Eu descobri a minha pegada musical ouvindo o Richie Havens. Não tínhamos tanta consciência do que fazíamos, mas tínhamos a espiritualidade da música", diz o músico. As canções do único disco, gravado pela Continental (com fotos de Walter Firmo) são visionárias. Grinfa Louca tem uma batida afro desenfreada, uma ladeira improvisacional. Apelo junta a raiz afro à música orquestral (o maestro Laércio de Freitas foi o responsável pelos arranjos). Madalena já trai a influência do samba-rock, com efeitos que levaram à definição de "pop eletrônico" pela mídia da época. Virou raridade. /J.M.

O Estado de S.Paulo

26 Julho 2012 | 03h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.