Aerosmith, com ''mais cuspe e fogo que nunca''

"De volta, atendendo ao apelo popular, com mais cuspe e fogo que nunca, estamos chegando pelo meio da tormenta e abrindo as águas enquanto caminhamos", disse um jocoso Steve Tyler sobre essa que parece ser a sétima vida do Aerosmith.

Jotabê Medeiros, O Estado de S.Paulo

29 de maio de 2010 | 00h00

Hoje, três anos após o último show no Brasil, eles trazem a turnê de sobrevida Cocked, Locked, Ready to Rock ao Parque Antártica para um público estimado em 38 mil pessoas. Há três anos, tocaram para 62 mil espectadores no Morumbi, numa jornada que tinha ainda a ex-banda de Slash, o Velvet Revolver.

A organização informou ontem que ainda havia entradas à venda, mas que o Parque Antártica estava "quase esgotado". Para quem deixou para a última hora: a bilheteria abre ao meio-dia. A abertura fica por conta da banda gaúcha de rock"n"roll Cachorro Grande, que toca às 20h30.

A banda chega de Porto Alegre, onde tocou durante duas horas anteontem para 15 mil pessoas no Estacionamento da Fiergs (veja o set list do show ao lado). O Aerosmith entra no palco do Parque Antártica às 21h30 (em Porto Alegre, atrasou apenas cinco minutos).

O baixista Tom Hamilton falou recentemente ao Estado e disse que o grupo, que quase se dissolveu no final de 2009, está com "fome de palco" e ensaiou por três semanas para esse retorno. "Quando eu comecei no rock"n"roll, minha ambição era tocar ao vivo, tocar numa banda que mantivesse a integridade de tocar ao vivo. Nós já temos 40 anos de estrada e tocar no Aerosmith foi ficando melhor e melhor. Tenho a sorte e sou orgulhoso de tocar nessa banda. Quando vamos subir no palco, o espírito é sempre este: vamos chutar uns traseiros!"

Além de Tom Hamilton, o Aerosmith tem Steven Tyler nos vocais, Joe Perry na guitarra-solo, Brad Whitford na guitarra base e Joey Kramer na bateria (um dos hits do show é um set de Kramer tocando a bateria com as mãos, após jogar as baquetas para o público). O espírito do show é uma mescla de velhos sucessos com os megahits da banda, que está há quatro décadas excursionando (especialmente os do clássico disco Toys in the Attic, de 1975).

Após a apresentação em São Paulo, o grupo encerra a turnê sul-americana na Costa Rica, no dia 1.º, e depois ruma para a Europa - toca na Suécia, Reino Unido, Romênia, Grécia, Holanda, Itália e aí voltam para os Estados Unidos.

Apesar do histórico de problemas de Steve Tyler, na última vez no Brasil, em 2007, ele fez o gênero cavalheiro de vida regrada: parou para tirar fotos com todo mundo no hotel que pediu, dormiu cedo, acordou também cedo, e não deu o menor piti.

REPERTÓRIO

Elevator

Falling in Love

Mama Kin

Pink-c

Dream on

Livin on the Edge

Jaded

Crazy

Crying

Drum Solo

Thighs

Miss a Thing

Rag Doll

What it Takes

Sweet Emotion

Stop Messin

Baby Please

Draw the Line

Walk This Way

Train

AEROSMITH

Parque Antártica. Rua Turiaçu, 1.840. Informações: 4003-0848. Hoje, às 21h30 - abertura dos portões às 16 h. R$ 250/R$ 500.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.