Advogados fecham acordo sobre seguro de vida de Heath Ledger

A seguradora de Heath Ledger e advogados da filha pequena do ator fecharam um acordo extrajudicial sobre uma apólice de 10 milhões de dólares pedida em nome da menina, disse um advogado nesta quinta-feira. Heath Ledger morreu um ano atrás, aos 28 anos, em seu apartamento em Nova York. As autoridades atribuíram sua morte a uma overdose acidental de medicamentos. Mas advogados da ReliaStar Life Insurance disseram que quiseram investigar antes de pagar o seguro, porque sua morte poderia ter sido decorrente de suicídio, o que anularia a apólice. O advogado William Shernoff abriu um processo em julho de 2008 em nome de Matilda Rose, a filha de 3 anos de Ledger, para reivindicar os 10 milhões de dólares aos quais a menina teria direito, como sua beneficiária. Aberto o processo, as duas partes negociaram. "As partes estão satisfeitas por terem conseguido fechar um acordo amigável, resolvendo a disputa", disse Shernoff. Não foram divulgadas informações sobre os termos do acordo. Ledger, que teve sua filha com a atriz Michelle Williams, foi indicado ao Oscar este ano pelo papel de Coringa, o inimigo de Batman, em "O Cavaleiro das Trevas." Ele recebeu outra indicação ao Oscar em 2005, pelo papel de um caubói gay em "O Segredo de Brokeback Mountain".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.