Adriana Birolli, de 'Viver a Vida', estreia no teatro

Apenas uma semana depois da exibição do último capítulo de "Viver a Vida", Adriana Birolli, atriz que ganhou popularidade graças ao papel da provocativa Isabel, entra em cartaz na cidade. Em "Manual Prático da Mulher Desesperada", espetáculo que reestreia amanhã, ela interpreta Alice, uma moça ansiosa e impaciente, que aguarda o telefonema de um homem. "Que mulher nunca passou por isso?", pergunta a atriz. Sob direção de Ruiz Bellenda, a montagem reúne os contos A Telephone Call, Cousin Larry e The Waltz, todos da escritora e jornalista americana Dorothy Parker.

AE, Agência Estado

20 de maio de 2010 | 09h04

A peça acompanha o que seria um sábado na vida dessa mulher solteira e angustiada. Cansada de esperar que o telefone toque, ela vai a um salão de beleza. Lá, encontra o manicure Celinho, com quem conversa sobre seus problemas. "O assunto é homem. Afinal, é a única coisa que ela tem na cabeça", explica a atriz. Quando percebe que o rapaz não vai ligar, Alice vai para uma casa noturna, onde conhece Everton. "Ela entra numa dança louca com esse homem, que é todo errado", diz a atriz. Aos poucos, a personagem começa a refletir sobre suas atitudes. "No fim, Alice passa por um momento de amadurecimento", conta Adriana.

Alex Barg divide o palco com a atriz, dando vida aos dois personagens masculinos. "É uma dupla de extremos. Um deles é manicure e gay e o outro é um troglodita", explica Barg, que afirma ter sofrido durante os ensaios para passar de um para o outro em tão pouco tempo. "Tenho um minuto e meio para trocar de roupa e trejeitos. Mas depois que eu entro no personagem, fica fácil. É como apertar um botão", conta o ator.

Apesar dos textos terem sido escritos em 1929, Adriana garante que o espetáculo é totalmente contemporâneo. "Parece que a autora escreveu ontem. É patético, mas continuamos iguais. Isso tira qualquer esperança de vermos o mundo mudar", brinca a atriz. O diretor Ruiz Bellenda também é o responsável pela tradução e adaptação do texto. As informações são do Jornal da Tarde.

Manual Prático da Mulher Desesperada - Teatro Jaraguá (R. Martins Fontes, 71). Tel. (011) 3255-4380. Estreia amanhã. Até 18/7. Sex., às 21h30; sáb., às 21h, e dom., às 19h. R$ 50 (6ª e dom.) e R$ 60 (sáb.). 270 lugares. 10 anos.

Tudo o que sabemos sobre:
teatroAdriana BirolliViver a Vida

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.