AP Photo/Irfan Khan - 25/01/11
AP Photo/Irfan Khan - 25/01/11

Adiado julgamento de médico acusado da morte de Michael Jackson

Juiz marcou a nova audiência para o dia 9 de maio

AP,

03 de março de 2011 | 15h00

O julgamento do médico de Michael Jackson, Conrad Murray, foi adiado para maio. A escolha do juri, no entanto, será feita ainda este mês. Murray é acusado da morte do cantor. O juiz da Corte Superior Michael Pastor anunciou nesta quarta-feira, 2, que o julgamento iniciará em 9 de maio, depois de uma reunião entre Murray, os advogados dele e promotores

Promotores alegam que o médico deu ao cantor uma dose letal do anestésico porpofol, administrado somente em hospitais. Murray afirmou que não é culpado, e os advogados dele sustentam que ele não deu nada que pudesse matar o cantor.. "É só aceitável para mim se isso não se estender por muito tempo ainda. Não quero perder meu direito constitucional de um julgamento rápido", disse o médico, de acordo com gravações".

O médico, que tenta um julgamento rápido por causa de dificuldades financeiras, disse ao juiz que entende que o adiamento era necessário para que ambas as partes se prepararem melhor. Mas ele pediu que a escolha do júri seja feita até 24 de março. O julgamento deve ter a presença de vários especialistas e pessoas que estavam na mansão de Michael Jackson no dia de sua morte. Espera-se que a duração chegue a dois meses.

Tudo o que sabemos sobre:
Michael Jacksonmortejulgamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.