Adaptação de "Crime e Castigo" volta ao cartaz no CCSP

Volta ao cartaz no Centro Cultural São Paulo a peça "Lázaro", adaptação do romance "Crime e Castigo", de Dostoievski, dirigida por Rui Cortez com atores da Cia. Estudo Teatral. O primeiro esboço desse trabalho chegou a ter sete horas de duração e todo o grupo viajou para a Rússia. A idéia não foi meramente conhecer in loco a ambientação cultural desse romance. Mais que isso, o grupo passou um mês na Academia Russa de Arte Teatral (Gitis) onde o trabalho foi mostrado para Valentin Treplyacov e sob sua orientação ganhou forma final.´Foi um trabalho muito especial, construído a longo prazo, com um grupo bastante maduro e disposto a estudar a fundo´, afirma o diretor Rui Cortez, que no momento ensaia com a atriz Cleyde Yáconis a montagem de A Louca de Chailot.´Foi fundamental o estudo de Luis Felipe Ponde, Crítica e Profecia, que aborda a religiosidade em Dostoievski. Esse livro foi o ponto de partida dessa montagem cujo conceito central é a questão religiosa na obra desse autor´, diz Cortez. Se Deus não existe tudo é permitido - com esse pensamento o jovem estudante de Direito Raskolnikov mata uma velha usurária para prover os seus estudos. ´Todos nós cometemos algum ato terrível na vida, que nos tira a possibilidade de sorrir, de viver. Mas a redenção é possível, e a peça fala sobre isso, sobre uma nova chance.´ Lázaro. 135 min. (intervalo de 15 min.). 14 anos. Centro Cultural São Paulo - Porão (80 lug.). Rua Vergueiro, 1.000, Paraíso, 3383-3400, metrô Vergueiro. 6.ª e sáb., 21 h; dom., 20 h. R$ 10. Até 17/12

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.