Acordo encerra greve de assistentes da Broadway

Nova York teria tido dezenas de milhões de dólares em prejuízo depois de 19 dias.

BBC Brasil, BBC

29 de novembro de 2007 | 09h20

A liga que representa os donos de teatro e produtores da Broadway entrou em acordo na noite de quarta-feira com o sindicato representante dos contra-regras e assistentes de palco encerrando a greve que fechou a maior parte das peças durante 19 dias.O acordo foi fechado depois de dois dias de negociações.A greve paralisou 27 espetáculos, deixando apenas oito abertos, onde existiam contratos diferentes com o sindicato.Segundo o jornal The New York Times, o gabinete da prefeitura de Nova York relatou que a greve custou US$ 2 milhões por dia, incluindo os prejuízos com restaurantes e compras, o que significa quase US$ 40 milhões em renda perdida durante toda a greve.Esta foi a segunda greve na Broadway em cinco anos e a mais longa desde que músicos pararam por 25 dias em 1975. Outra greve de músicos em 2003 durou apenas quatro dias.O anúncio do acordo foi feito por volta das 22h30 (horário local)."O contrato firmado é um bom acordo que serve à nossa indústria. O mais importante é que as luzes da Broadway vão brilhar novamente", disse Charlotte St. Martin, chefe da Liga dos Teatros e Produtores americanos."Vocês representaram a si mesmos, às suas famílias e ao sindicato com orgulho. A Broadway está ansiosa para voltar ao trabalho, dando ao público a alegria da Broadway, o melhor entretenimento do mundo", disse James Claffey, presidente do sindicato dos contra-regras e assistentes de palco Local 1.Produtores e o sindicato negociavam sobre regras de trabalho no contrato dos assistentes e contra-regras. A liga dos produtores queria mudar regras que determinavam quantos assistentes deveriam trabalhar por dia em um espetáculo, períodos mínimos nos quais os assistentes deveriam ser chamados ao trabalho e os tipos de tarefas que estes assistentes poderiam realizar.A greve gerou grandes prejuízos para os principais espetáculos da Broadway como O Fantasma da Ópera e Mamma Mia pois os teatros permaneceram fechados durante o feriado do Dia de Ação de Graças, um dos mais lucrativos nos Estados Unidos.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.