Acervo para sempre

Acervo para sempre

Caipira Picando Fumo, quadro de 1893 pintado por Almeida Júnior, é um dos grandes destaques da coleção da Pinacoteca do Estado. A partir de hoje, além de ver o óleo sobre tela (reproduzido, em detalhe, na foto) no segundo andar do prédio, qualquer admirador desta obra poderá também ter o luxo de ler um texto dedicado a ela, escrito pelo crítico Rodrigo Naves para o livro Arte Brasileira na Pinacoteca do Estado (240 pág., R$ 60), que será lançado hoje, às 11 horas, na instituição .

Camila Molina, O Estado de S.Paulo

27 de março de 2010 | 00h00

Coedição feita pela Cosac Naify, o museu e a Imprensa Oficial, a publicação, organizada por Taisa Palhares, reúne ensaios assinados, além de Naves, por 15 críticos e historiadores (como Jorge Coli e Annateresa Fabris, entre outros). Eles analisam as obras que vão do século 19 até os anos 1940, todas do acervo da Pinacoteca. O livro começa contemplando o próprio edifício do museu, projetado por Ramos de Azevedo, reformado na década de 1990 pelo arquiteto Paulo Mendes da Rocha e analisado por Carlos Lemos.

A publicação é fruto de projeto iniciado em 2003, com um ciclo de palestras temáticas. Além das análises - de obras como Mestiço, de Portinari, São Paulo, de Tarsila, ou Tocadora de Guitarra, de Brecheret -, a edição traz o histórico de cada peça. A Pinacoteca fica naPraça da Luz, 2, tel. 3324-1000.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.