Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Acervo de Gunter Sachs é leiloado por US$65,5 milhões

Um dos últimos autorretratos de Andy Warhol foi o item mais caro no leilão de pinturas, fotos e móveis que pertenceram ao bilionário Gunter Sachs. Os cerca de 300 itens, vendidos ao longo de dois dias em Londres, foram arrematados por um total acima de 65,5 milhões de dólares.

REUTERS

23 de maio de 2012 | 20h25

"Autorretrato (Peruca Arrepiada)", tela pintada por Warhol em 1986, alcançou quase 8,5 milhões de dólares, mais do que o dobro da estimativa pré-venda, afirmou a casa Sotheby's nesta quarta-feira.

Outra obra de Warhol, "Flores", que pertencia a Sachs desde 1979, saiu por quase 6 milhões de dólares.

A chefe de arte contemporânea da Sotheby's Europa, Cheyenne Westphal, disse que o leilão mostrou a importância de Gunter Sachs como formador de opinião nas artes durante as décadas de 1960 e 1970.

"Clientes de todo o globo reagiram com entusiasmo à ressonância de Gunter Sachs como esteta, dado o fato de que os lances no leilão noturno vieram de 17 países em quatro continentes."

O alemão Sachs, herdeiro da família que criou a fábrica de carros Opel, era conhecido pela vida de playboy e se matou no ano passado em Gstaad (Suíça), aos 78 anos. Ele foi casado com a atriz Brigitte Bardot.

(Reportagem de Patricia Reaney; reportagem adicional de Li-mei Hoang e Mike Collett-White)

Tudo o que sabemos sobre:
ARTESACHSLEILAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.