Acelerando as decisões

Vênus e Netuno em conjunção; Lua é quarto minguante em Capricórnio

Oscar Quiroga, O Estado de S.Paulo

26 de março de 2011 | 00h00

A despeito de nossa humanidade ter escolhido convencer-se de que a realidade começa no mundo objetivo, e produz sensações e imagens subjetivas que são mera consequência dos estímulos iniciados no mundo material, é inegável que tudo que inventamos começou num sonho. O fluxo da realidade começa no mundo invisível que chamamos de subjetividade, provoca o impulso que chamamos de vocação e vai parar na terra de ninguém chamada liberdade, onde demonstramos a fibra de nossas almas, se possuímos bravura suficiente para iniciar o processo realizador ou se nos acomodaremos em algo menos desafiador. Normalmente temos a eternidade para desenvolver esse processo, mas em momentos-chave, como agora, é necessário acelerar todas as decisões.

ÁRIES 21-3 a 20-4

Leve a sério as sensações. Se, por acaso, você sentir cansaço e desânimo antes de empreender algo importante, talvez seja mais importante valorizar essas sensações e mudar o jogo antes de colocá-lo em marcha.

TOURO 21-4 a 20-5

Os encontros improváveis acontecem justamente para sua alma não dar tanta importância à razão. No momento, tudo acontece seguindo a linha mais misteriosa possível, aquela perante a qual a razão pouco ou nada pode fazer.

GÊMEOS 21-5 a 20-6

Seria tolice deixar que tudo corra de acordo com a sorte, pois os resultados eventualmente bons não seriam tão saborosos quanto os que adviriam do esforço. Permita que a sorte aconteça, mas não dependa dela.

CÂNCER 21-6 a 21-7

É impossível compreender o que acontece no mundo utilizando o raciocínio que outrora serviu para isso. Tudo o que acontece é novo demais e precisa de mentes abertas para começar a ver as verdadeiras causas de tudo.

LEÃO 22-7 a 22-8

Cuide para que os seus desejos não sejam motivo de causar problemas. Viver exclusivamente para satisfazer desejos não parece um destino que torne sua alma mais digna. Há também deveres que precisam ser cumpridos.

VIRGEM 23-8 a 22-9

Os encontros aparentemente casuais não são tão casuais assim, respondem a um complexo mecanismo celeste que, por sua vez, responde àquele algo maior com que todos sonhamos, mas que ninguém consegue explicar direito.

LIBRA 23-9 a 22-10

As coisas serão complicadas na mesma medida em que sua alma se recusar a relacionar-se com elas da forma mais renovada possível. Repetir o que deu certo outrora traria apenas decepção e atrasos. Renove-se quanto antes!

ESCORPIÃO 23-10 a 21-11

A alma interior é essa que toma decisões e possui uma margem de manobra que por aqui chamamos de liberdade. Essa alma interior constitui sua capacidade de movimentar-se pelo mundo afora, realizando sonhos.

SAGITÁRIO 22-11 a 21-12

Os encontros aparentemente casuais não são meras casualidades, operam de acordo com misteriosos e magníficos mecanismos universais. Tanto é assim que a sua alma não trata esses encontros com displicência.

CAPRICÓRNIO 22-12 a 20-1

O espírito está próximo, mas distante também, cabe à sua alma decidir essa medida. Não faltarão oportunidades para você se aproximar conscientemente do espírito, mas fazê-lo ou não deverá ser uma decisão livre.

AQUÁRIO 21-1 a 19-2

O temor ao desconhecido terá de ser superado sumariamente, já que sem enfrentar o futuro, e atrever-se a se reinventar, a alma humana ficaria confinada à preservação de um passado que já se mostrou absolutamente inútil.

PEIXES 20-2 a 20-3

O que seria mais importante: preservar a coerência, ainda que você não acredite mais no que deu certo no passado, ou aceitar as mudanças e reinventar-se também? A pergunta é óbvia, assim mesmo é também a resposta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.