Abu Dhabi terá seu museu do Louvre, por R$ 3 bilhões

Abu Dhabi terá seu próprio Museu do Louvre após o acordo assinado nesta terça, 6, no valor de R$ 3 bilhões, com o qual o rico emirado espera se transformar em centro cultural e turístico da abastada zona petrolífera do Golfo Pérsico. O ministro da Cultura francês, Renaud Donnedieu de Vabres, e o chefe do Departamento de Turismo de Abu Dhabi, xeque Sultão bin Tahnun Al Nahiyan, assinaram o acordo para a construção do museu em um luxuoso hotel de Abu Dhabi. Segundo fontes do emirado, o Louvre de Abu Dhabi terá sua sede na ilha de Al-Saadiyat, a cerca de 500 metros da capital dos Emirados Árabes Unidos (EAU), e as obras de construção serão finalizadas em 2012. As autoridades de Abu Dhabi esperam construir em Al-Saadiyat, de 27 quilômetros quadrados, um complexo de hotéis e residências, assim como centros culturais e vários projetos turísticos. Em virtude do acordo, com uma vigência de utilização do nome Louvre de 30 anos, a França emprestará a Abu Dhabi obras procedentes de vários museus franceses. As autoridades do emirado, por sua parte, pagarão cerca de ? 400 milhões (R$ 1,2 bilhões) apenas para utilizar o nome Louvre, dos quais ? 150 milhões (R$ 450 milhões) serão transferidos a Paris no próximo mês. O projeto enfrentou forte oposição na França, onde se criticou o caráter "mercantil" do acordo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.