ABCA premia incentivadores da cultura

Artistas, pesquisadores, divulgadores e incentivadores da cultura nacional foram homenageados ontem no Centro Cultural Banco do Brasil, em São Paulo, onde ocorreu a cerimônia de entrega do Prêmio ABCA 2002, conferido pela Associação Brasileira de Críticos de Arte desde 1978.Elaborado pelo escultor Nicolas Vlavianos, o troféu foi entregue a representantes de oito categorias. O artista plástico Arcangelo Ianelli, que iniciou a carreira em 1940, foi premiado pelo conjunto da obra. O Sesc recebeu o troféu pela qualidade da programação. Outras seis instituições de várias partes do País receberam menções honrosas pelo estímulo à cultura.Os 140 sócios da ABCA também escolheram dois homenageados especiais: a crítica de arte Esther Emílio Carlos e o diretor-responsável do Estado, Ruy Mesquita. "Ele é um intelectual reconhecido internacionalmente, que teve papel fundamental na construção da nacionalidade e na história do País", disse a presidente da ABCA, Lisbeth Gonçalves. "A homenagem é o reconhecimento ao trabalho realizado pelo Estado, que sempre deu prioridade a assuntos relacionados à educação e à cultura", afirmou Mesquita.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.