A Zona Leste também tem Virada Cultural

Em Guaianazes, na praça de eventos da estrada de Guaianazes, o grupo de pagode Redenção subiu ao palco a 1h40 - com 40 minutos de atraso.Com pagodes de própria autoria, mas também relembrando sambas antigos, o grupo animou quase 4 mil pessoas. "Vim aqui só para ver eles, muito legal essa Virada Cultural", disse a fã Luciene Oliveira, de 23 anos, recepcionista.Outra menina, Jéssica Fabiana, estudante de 15 anos, também curtia o show do grupo Redenção, mas confessou a sua preferência: "Vim mais para ver o Atitude 4", disse ela, que estava acompanhada do namorado.O Atitude 4 foi a próxima atração a subir no palco de Guaianazes. Com dez anos de estrada, o grupo de Diadema já gravou 4 CDs e fez mais de 5 shows na região. "A zona leste tem um carinho muito grande com a gente, e os sambas vêm da periferia, é aqui que tudo começa", disse Andrezinho, 25 anos, vocalista.A Polícia Militar não registrou nenhuma ocorrência até às 3h30, exceto por um guarda da GCM que levou, por volta das 23h, uma pedrada na boca, quando tentava coibir a venda de bebida alcoólica. O guarda foi socorrido e passa bem.Poucos espectadoresNo centro de esporte e lazer André Vita, na Cidade Tiradentes, muito barulho e pouca gente. Até às 3h50 o grupo de Rap RDM soltava sua voz dentro do ginásio para cerca de 15 pessoas.Os grupos que se apresentam no local são compostos por artistas da região, vencedores de festivais promovidos pela subprefeitura de Guaianazes."Vim prestigiar os meninos. Conheço eles do bairro", disse Cinthia Gomes da Silva, de 18 anos, uma das poucas a acompanhar o bom rap do grupo RDM.As atrações no ginásio estão previstas para acontecer até às 8h da manhã.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.