A polêmica Justine de George Cukor

O Melhor Amigo da Noiva

LUIZ CARLOS MERTEN, O Estado de S.Paulo

14 de novembro de 2012 | 02h10

16 H NA GLOBO

(Made of Honor). EUA, 2008. Direção de Paul Weiland, com Patrick Dempsey, Michelle Monaghan, Kevin Mckidd, Kelly Carlson, Kathleen Quinlan, Richmond Arquette.

Patrick Dempsey corre atrás do prejuízo e tenta impressionar a melhor amiga, que voltou noiva da Escócia - e quer que ele seja seu padrinho de casamento. Dempsey, da série Grey's Anatomy, e Michelle Monaghan, a mulher de Tom Cruise na série Missão Impossível, acrescentam tempero à mistura. Reprise, colorido, 100 min.

A Poeira do Tempo

22 H NA CULTURA

(The Dust of Time). Alemanha/Grécia/tália/Rússia, 2008. Direção de Theo Angelopoulos, com Willem Dafoe, Bruno Ganz, Michel Piccoli, Irène Jacob.

O horário da Mostra resgata o último longa do grego Angelopoulos, que prossegue com a investigação do autor sobre o mito de Helena. Willem Dafoe faz cineasta que conta a história de seus pais. Isso o leva a uma viagem física e emocional por diferentes países. O filme toca o tema do exílio - e uma das cenas mais impressionantes é quando a multidão se dispersa, depois de receber a informação da morte do camarada Stalin. Angelopoulos não é Andrei Tarkovski, mas também esculpia o tempo por meio de elaborados planos-sequências. O elenco ajuda, em especial Irène Jacob, atriz cujo mistério já fascinara Krzysztof Kieslowski em A Dupla Vida de Véronique e A Fraternidade É Vermelha. Reprise, colorido, 120 min.

Kungfusão

22H10 NA BANDEIRANTES

(Kung Fu Hustle). Hong Kong, China, 2004. Direção e interpretação de Stephen Chow, com Xiaogang Feng, Wah Yuen, Zhi Hua Dong.

Ladrão de segunda esforça-se para ser aceito por gangue implacável. Sua tentativa inclui extorquir dinheiro dos moradores do Curral do Porco - e o problema é que, ali, todo mundo é bom de luta. O ator e diretor Stephen Chow quis fazer uma paródia de kung fu, daí o título Kungfusão. Reprise, colorido, 95 min.

A Última Festa

23 H NA REDE BRASIL

(It's My Party). 1996. Direção de

Randal Kleiser, com Eric Roberts,

Lee Grant, Olivia Newton-John, Marlee Matlin, Christopher Atkins, George Harrison, Bruce Davison.

Irmão de Julia Roberts, Eric fez carreira como brutamontes em filmes de ação, mas aqui faz arquiteto que realiza a festa do título, chamando os amigos para se despedir, ao descobrir que está morrendo de aids. Há 16 anos, na fase pré-coquetel, a expectativa de vida dos soropositivos ainda era baixa. O clima de fim de festa inclui a participação de figuras como Olivia Newton-John e o ex-Beatle George Harrison. O diretor Kleiser é o mesmo de Grease, Nos Tempos da Brilhantina. Após a festa da adolescência, ele propõe aqui uma espécie de ressaca. Reprise, colorido, 110 min.

Comando Imbatível

2H45 NA BANDEIRANTES

(Navy Seals). Arábia/EUA, 1990. Direção de Lewis Teague, com Charlie Sheen, Michael Biehn, Joanne Whalley, Rick Rossovich, Cyril O'Reilly, Bill Paxton, Dennis Haysbert.

Há 22 anos, e 11 antes do ataque às torres gêmeas, surgiu esta produção árabe-norte-americana sobre organização terrorista que se apodera de mísseis dos EUA. Para tentar reaver as armas, entra em ação uma unidade de elite da Marinha. O clima é de nonsense, o humor é verbal, pastelão, vale-tudo. Hoje em dia, um filme assim seria totalmente impensável em Hollywood. Reprise, colorido, 108 min.

TV Paga

Cabo do Medo

22 H NO TCM

(Cape Fear). EUA, 1991. Direção

de Martin Scorsese, com Robert

De Niro, Nick Nolte, Jessica Lange,

Juliette Lewis.

Em 1962, o inglês J. Lee Thompson fez em Hollywood um filme excepcionalmente violento - e que virou cult. O título, O Círculo do Medo, e os atores, Gregory Peck e Robert Mitchum. Às vésperas de completar-se 30 anos da obra, Scorsese fez o remake, mostrando De Niro como criminoso que sai da cadeia disposto a se vingar do advogado (Nick Nolte) que considera responsável por sua desgraça. Mais do que suspense, Scorsese propõe aqui um grand guignol do mais puro terror. Prepare seu coração, porque o jogo é duro. Reprise, colorido, 128 min.

Justine

23H45 NO TELECINE CULT

(Justine). EUA, 1969. Direção de George Cukor, com Anouk Aimée, Dirk

Bogarde, Robert Forster, Philippe

Noiret, Anna Karina, Michael York.

A versão do Quarteto de Alexandria, de Laurence Durrell, era um projeto de Joseph Strick, que já havia adaptado o Ulisses de James Joyce. Quando o projeto saiu de controle, o estúdio (a Fox) chamou o veterano Cukor para contar a história da prostituta que se casa com egípcio rico e usa o dinheiro do marido para ajudar palestinos no Oriente Médio controlado pelos ingleses. Há várias coisas interessantes - a cara limpa de Anouk Aimée e a máscara de Anna Karina, o bordel, a festa de fantasia -, mas o filme é geralmente considerado um fiasco do grande Cukor, do qual ele se recuperou, a seguir, com sua adaptação de Viagens com Minha Tia, de Graham Greene, antes de tombar de novo com o pior ainda O Pássaro Azul (e dar a volta por cima com Ricas e Famosas, seu opus final). Reprise, colorido, 116 min.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.