A origem das <i>Tartarugas Ninjas</i>, em edição encadernada

Depois do seu quarto filme as Tartarugas Ninja voltam às bancas e livrarias. Com o lançamento previsto para o final de abril pela Devir Livraria, Tartarugas Ninja vol. 1 - A Primeira Aventura reconta a origem dos heróis mutantes Leonardo, Rafael, Michelangelo e Donatelo. Criadas por Kevin Eastman e Peter Laird em 1983, os heróis eram uma sátira dos personagens da Marvel Comics. Mutatis mutandis, o sucesso foi além da expectativa de seus autores. Após salvar um idoso de ser atropelado por um caminhão, um adolescente ficou cego ao entrar em contato com a substância radioativa que estava sendo transportada. Quem é fã de quadrinhos sabe que essa é a origem dos poderes do herói Demolidor. Mas para onde foi o restante daquele líquido perigoso? Aí entrou a imaginação de Eastman e Laird: banhados pelo material, um rato e quatro tartarugas de aquário vêem-se transformadas em seres bípedes, inteligentes, e como sempre acontece com radiação (nos quadrinhos), tornam-se mais ágeis que qualquer ser humano. Início da trajetóriaO volume da Devir conta o início da trajetória dos heróis, treinados pelo rato Splinter, que se tornou um mestre das artes marciais enquanto era um simples animal de estimação copiando os movimentos de seu dono. Disposto a vingar a morte de seu mentor, Splinter ensina às quatro tartarugas a arte do ninjitsu batizando-as segundo um livro sobre Renascimento. Além de combater o terrível Destruidor, a equipe mutante enfrentava gangues criminosas nos becos de Nova York escapando da polícia entre os esgotos da cidade. Em 1983, ninjas e mutantes pululavam nas páginas de quadrinhos americanos com o sucesso de X-Men e Demolidor. Este último, então escrito por um novato chamado Frank Miller. Não por acaso, o traço de Eastman e Laird lembra bastante o do autor de Sin City e 300 de Esparta. Embora caricatos, os desenhos dos autores das Tartarugas eram mais "sujos" e sanguinolentos, dirigidos ao público adolescente. No entanto, o sucesso da HQ Tartarugas Ninja levou ao surgimento de um desenho animado, mais voltado ao público infantil, que durou nove anos, entre 1987 e 1996 além de três filmes com atores reais em 1990, 1991 e 1993. O longa-metragem mais recente, Tartarugas Ninja - o retorno, lançado no Brasil no último dia 13, em animação digital, retoma onde o último filme parou. Tartarugas Ninja vol. 1 - A Primeira Aventura (16,5 cm X 24 cm, 264 páginas PB, preço não divulgado) é o primeiro de cinco volumes prometidos pela Devir e a chance do público brasileiro finalmente descobrir a mal-contada origem dos heróis.

Agencia Estado,

23 de abril de 2007 | 20h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.