A obra do francês Corot em destaque no Masp

Para o pintor Paulo Pasta, Rosas numCopo, obra de Corot de 1874, é "um desses fenômenos da pintura" porque, como ele afirma, na tela está a "marca da simplicidadee discrição do pintor (a sua anti-retórica tão clandestina earduamente conseguida) e de sua poderosa e decisiva fatura.Poucas vezes cores e pinceladas econômicas engendraram luz tãoprodigiosa." A obra, pertencente ao acervo do Masp, é o ponto departida da atual edição do projeto Obra em Contexto, que temcomo tema, desta vez, a produção do francês Jean-Batiste-CamileCorot (1796-1875). Desde agosto, quando José Teixeira Coelho assumiu ocargo de curador do Masp, uma de suas vontades era a de promoverpequenas, mas impactantes e relevantes mostras com obras do ricoacervo do museu. Desde então, já foram realizadas essas pequenasmostras, Obra em Contexto, com quadros de Cézanne e de Manet.A idéia é a de que fiquem em cartaz por um longo período nainstituição. Nessa nova edição, Teixeira Coelho convidou PauloPasta para fazer a curadoria - e já adianta que a próxima terácomo convidado o crítico e curador Tadeu Chiarelli, uma maneirade trazer olhares novos sobre a coleção do Masp. Paulo Pasta conta que sempre teve uma relação deproximidade com as obras do museu: "Durante muito tempo elasforam para mim uma espécie de prova da existência da pintura, oumelhor, ajudaram-me a dar realidade à pintura." Por seu fascínioparticular pelo pequeno quadro de Corot, nessa oportunidade eleescolheu colocar como tema a obra do artista francês. Mas comuma novidade: retirou a moldura desta tela para promover umcontato menos formal. Além de Rosas num Copo, estarão reunidos nesse Obraem Contexto: Corot os quadros Cigana com Bandolim (1874),Jovem de Ombro Nu (1835), o retrato de Laurent-Denis Sennegon(1842) e "Paisagem com Camponesa" (1861). Obra em Contexto: Corot. Masp. Avenida Paulista, 1.578, tel.11-3251-5644. 11 h/ 18 h (fecha na 2.ª). R$ 15

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.