Marcos de Paula/AE
Marcos de Paula/AE

A novela das biografias

Roberto Carlos tenta impedir venda de novo livro; deputado retarda aprovação de lei que regula gênero

Julio Maria, O Estado de S.Paulo

24 de abril de 2013 | 02h10

Dois novos personagens acabam de estrear na novela A Lei das Biografias. Um deles é o já conhecido de outros capítulos Roberto Carlos, que acaba de pedir, via notificação, que um livro acadêmico que analisa a Jovem Guarda como fenômeno de transformação da juventude nos anos 60 saia de circulação. Ontem, ao Estado, seu advogado Marco Campos voltou atrás e disse que não pedirá a retirada do produto.

O outro, menos conhecido, é o deputado Marcos Rogério (PDT-RO), que pediu para que a Lei das Biografias voltasse à Câmara dos Deputados mesmo depois de a mesma ter sido aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça.

As mudanças permitiriam que um livro sobre a vida de um artista fosse lançado sem a necessidade de uma aprovação prévia do mesmo artista. Da forma como está hoje, o simples nome do biografado na capa pode inviabilizar o lançamento de uma obra.

Tudo o que sabemos sobre:
BiografiaRoberto Carlos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.