A moda vai ao cinema

Entre longos, curtos, estampas, bordados, decotes e clássicos, as mais fashion de Cannes 2013

FLAVIA GUERRA, O Estado de S.Paulo

26 de maio de 2013 | 02h10

Quando se fala em Festival de Cannes, é impossível não pensar na tradicional monté de marche (a caminhada das equipes e convidados das premieres mundiais pelo tapete vermelho). E, quando se fala em 'red carpet', é também impossível não pensar no desfile de vestidos de grife, joias, sapatos, bolsas e afins, que se transformam imediatamente em objeto de desejo mundial. E, quando o assunto são os looks do tapete vermelho, também já se pensa em muitos longos em tons escuros, pedrarias, decotes (alguns mais profundos outros nem tanto), ombros à mostra e, em geral, como manda a tradição do tuxedo (ou o traje de gala) nenhuma estampa.

Pois foi Nicole Kidman quem, a bordo de um Christian Dior da coleção alta costura primavera-verão 2013, quem quebrou lindamente essa 'tradição' de tons únicos no 'red carpet' esse ano. A atriz australiana surgiu em um 'look' branco, perfeito 'lady like' anos 50, com flores bordadas, quase como a própria rainha da primavera da Riviera francesa. Membro do júri do festival neste ano, Nicole pôde desfilar em cada um dos dez dias de festival.

Para reforçar a onda de que 'estampas são um luxo', no dia 19, ela voltou ao tapete vermelho para a sessão de Inside Llewyn Davis vestindo um longo estampado (de folhas pretas, azuis e vermelhas) da estilista americana L'Wren Scott, uma das preferidas de Nicole. Como bem manda a tradição de Scott, o "look" da atriz deu um quê de rock'n'roll ao sempre girlie e comportado demais red carpet. Prova de que estampas podem, e devem, ser usadas quando o assunto é glamour. Quem também apostou nas estampas foi Milla Jovovich, que chegou no melhor estilo 'flower power', em um longo Chanel, à pré-estreia de Blood Ties no dia 20.

Já Nicole, versátil, na quinta, voltou ao clássico e escolheu um Valentino pérola bordado em flores para ir à première de Nebraska, de Alexander Payne, provando que o nude e o 'lady like' nunca saem de cena quando o assunto são as galas da Croisette. O 'look' fazia uma homenagem a Grace Kelly, a princesa de Mônaco, que surge no longa Grace of Monaco, com direção de Olivier Dahan, ainda inédito.

Na galeria das pedras e brocados, Jessica Chestain levou a melhor. A atriz surgiu desfilando um longo violeta Givenchy, by Riccardo Tisci, na première mundial de All is Lost, de Robert Redford. Jessica, que sempre opta por 'looks' mais sóbrios ou lisos, como o não menos lindo longo vermelho Saint Laurent assimétrico que usou no baile da amFar's Cinema Against Aids.

Outra que ousou também na festa da amFar foi a francesa Audrey Tautou, que deixou o longo em casa e foi de pernas de fora em um Alber Elbaz prata, criado especialmente para a ocasião. Para completar a lista da tendência pernas de fora, a brasileira Izabel Goulart também optou pelo modelo no baile da amFar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.