A melancolia, a voz e o piano do grande melodista

Compositor, letrista, instrumentista, cantor e performer com grande talento em todas as modalidades, o americano Rufus Wainwright (foto) deixou de lado os arroubos operísticos para mergulhar em profunda melancolia, acompanhado apenas de seu brilhante piano, no CD All Days Are Nights: Songs for Lulu. Dedicado à irmã Martha Wainwright e inspirado na personagem de Louise Brooks no filme Caixa de Pandora (1929), é um álbum tocante com capa soturna. O espírito depressivo tem também a ver com a evolução do câncer que matou sua mãe, a cantora Kate McGarrigle, recentemente. Em seu trabalho mais intimista e confessional, Rufus toca nas questões familiares na comovente Martha, reverencia sua cidade em Who Are You New York? e constrói belas canções sobre três sonetos de Shakespeare, de um dos quais extraiu a primeira metade do título do álbum. As 12 faixas são dádivas representativas de um dos maiores melodistas de sua geração.

Lauro Lisboa Garcia, O Estado de S.Paulo

17 de abril de 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.