A luta do sucesso pelo próprio esforço

Aos 28 anos, completos anteontem, a cantora, compositora e atriz Katharine McPhee pouco experimentou as agruras de ser uma novata na profissão, já que com apenas 22 anos chegou ao estrelato como vice-campeã do American Idol, no que ficou conhecido como McPheever, por seus fãs. Agora, interpreta a novata Karen Cartwright, que, até conseguir seu lugar ao sol, vai penar nas salas de audição dos musicais da Broadway.

Entrevista com

O Estado de S.Paulo

27 de março de 2012 | 07h45

Defina sua personagem.

A Karen é o que chamamos de atriz "verde" e está desanimada. Ela é mais reservada e não é 100% segura de si nem do que é capaz. Ela quer fazer sucesso, mas não quer fazer nada que vá contra sua ética. É muito pura e acha que as pessoas devem alcançar o sucesso por meio do esforço. Mas não é isso o que acontece nesse meio.

Qual a mensagem de Smash?

É claro que há drama, mas no geral, a mensagem é positiva para aqueles que estão em busca do sucesso.

Qual o apelo da série para quem não é fã de teatro?

Não é preciso gostar de teatro para gostar de Smash. Eu tenho curiosidade de acompanhar séries de advogados, médicos, bombeiros... Porque dá uma ideia de como é a vida em um mundo diferente do seu. Acho que as pessoas sempre ficam intrigadas com isso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.