A Janela, jóia rara que vem da Argentina

Scooby-Doo e os Invasores Alienígenas

Luiz Carlos Merten, O Estado de S.Paulo

29 de junho de 2010 | 00h00

14h15 no SBT

(Scooby-Doo and the Alien Invaders). EUA, 2000. Direção de Jim Stenstrum.

O cãozarrão e amigos envolvem-se com alienígenas que querem invadir a Terra. Animação meio sem graça. Seria preferível se, no horário, a TV aberta apresentasse uma das duas versões live actions realizadas por Raja Gosnell. Além de Scooby-Doo ser um prodígio de técnica, Freddie Prinze Jr. e Matthew Lillard são tão perfeitos como Fred e Salsicha que você pensará que nasceram para os papéis, ou que os personagens foram criados para que os interpretassem. Reprise, colorido, 89 min.

Quatro Irmãos

23h10 no SBT

(Four Brothers). EUA, 2005. Direção de John Singleton, com Mark Wahlberg, Tyrese Gibson, Andre Benjamin.

Livremente adaptado do western Os Filhos de Katie Elder, de Henry Hathaway, com Wayne, dos anos 60, conta a história de outsider que volta para casa, para o enterro da mãe, e se junta aos irmãos para vingar sua morte. O diretor afro-americano Singleton cria uma família nada típica. A mãe dirigia uma instituição e os filhos, todos adotados, compõem um melting pot de etnias (wasps, negros, hispânicos). Singleton gosta das explosões de violência e aqui conta com um elenco de durões para segurar os tiroteios e pancadarias. Reprise, colorido, 93 min.

Intercine

2h35 na Globo

A emissora exibe o preferido do público entre Uma Mulher Desejada, de Robert Ginty, com Bo Derek, a mulher nota 10, sobre piloto de iate acusado de matar o patrão e estuprar sua mulher; e A Passagem, de Marc Forster, com Ewan McGregor, Naomi Watts e Ryan Gosling, outra história de triângulo amoroso, esta sobre psiquiatra que perde o contato com a realidade e vira alvo perfeito para intriga de troca de identidades.

Amanhã

A Globo exibe amanhã no Intercine o preferido do público entre Santo Matrimônio, de Leonard Nimoy, com Patricia Arquette e Joseph Gordon-Lewitt, sobre garota do interior que sonha ser estrela de cinema e vive de imitar Marilyn Monroe (EUA, 1994, fone 0800-70-9011); e Extermínio, de Danny Boyle, com Cillian Murphy e Naomi Harris, terror apocalíptico pelo diretor de Trainspotting ? Sem Limite e Quem Quer Ser Um Milionário?, sobre vírus que, em apenas 28 dias, contamina as pessoas e ameaça destruir a vida na Terra (Inglaterra, 2002, fone 0800-70-9012).

TV Paga

O Mundo em Perigo

17h55 no TCM

(Them!). EUA, 1954. Direção de Gordon Douglas, com James Whitemore, James Arness, Edmund Gwenn.

Nos anos 50, o perigo atômico estimulou uma onda de paranoia que se refletiu, em Hollywood, na criação de filmes assustadores, em que a radiação produz mutações destruidoras. Aqui, são formigas que crescem e viram monstros que ameaçam a vida na Terra. Embora fosse considerado um simples artesão, Douglas foi dos grandes diretores subestimados do cinema americano. Sua passagem pela ficção científica, com o cartaz de hoje da TV paga, marcou época. Reprise, preto e branco, 94 min.

Não Estou Lá

19h40 no Telecine Cult

(I"m Not There). EUA, 2007. Direção de Todd Haynes, com Marcus Carl Franklin, Ben Whishaw, Richard Gere, Cate Blanchett, Heath Ledger.

Convencido de que artista tão rico e complexo como Bob Dylan não poderia ter sua vida contada de forma tradicional, o talentoso diretor Haynes, de Longe do Paraíso, armou esse quebra-cabeça que seleciona fragmentos da história do cantor e compositor nos quais é interpretado por diversos atores e até uma atriz. Muita coisa do filme pode parecer, e permanecer, cifrada, mas trata-se de um enigma que vale tentar decifrar. Reprise, preto e branco e colorido, 115 min.

A Janela

22 h no Telecine Cult

(La Ventana). Argentina, 2008. Direção de Carlos Sorín, com Antonio Larreta, Maria del Carmem Jimenez.

O último dia da vida de um escritor que está morrendo e aguarda o filho, que vem da Europa para visitá-lo na fazenda da família, na Patagônia. Uma joia de observação humana e social, e filme de construção elaborada, que consegue o prodígio de não soar falso nem artificial mesmo quando manipula o tempo para criar um clima (poético) especial. O ator protagonista, Antonio Larreta, é fantástico. Reprise, colorido, 85 min.

Paixão dos Fortes

22 h no TCM

(My Darling Clementine). EUA, 1946. Direção de John Ford, com Henry Fonda, Victor Mature, Linda Darnell.

Mais um clássico celebrando a parceria do diretor com Henry Fonda. O duelo do OK Corral, quando o xerife Wyatt Earp e seu amigo Doc Holiday enfrentaram a quadrilha dos Clantons virou um dos episódios mais célebres da história do Oeste. Embora seja romântica e, a rigor, fantasiosa, a versão de Ford é obra-prima do tema que sempre atraiu o artista ? o embate entre civilização e barbárie e o custo ? humano, em sacrifício ? para se construir uma sociedade baseada na ordem. A descrição da vida em Tombstone é primorosa, a fotografia em preto e branco é deslumbrante e algumas cenas você nunca mais vai esquecer, como a do teatro, com sua referência a Shakespeare. Reprise, 97 min.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.