Divulgação
Divulgação

A hora e a vez dos independentes

O Indie revisa a obra de Apichatpong e Kiyoshi Kurosawa

Luiz Carlos Merten, O Estado de S.Paulo

16 de setembro de 2010 | 00h00

Há algo de mágico no mistério de um filme como Mal dos Trópicos, que o diretor Apichatpong Weerasethakul repete em Uncle Bonmee, seu longa vencedor da Palma de Ouro, em maio. Mal dos Trópicos começa como a história de dois amigos e, de repente, vira a mítica caçada que um homem move a tigre ameaçador, numa floresta de sonho. Em Cannes, Apichatpong, que vem para a Bienal de São Paulo, já havia explicado ao repórter como uma instalação deu origem ao filme vencedor da Palma. Ele também acrescentou que, embora existam filmes, não existe tradição cinematográfica na Tailândia. Cada filme tem de ser feito como se fosse o primeiro, de forma independente. Ainda bem que o Ocidente se interessa cada vez mais por seu trabalho. As parcerias lhe permitem levar a obra adiante.

Pelo quarto ano consecutivo, São Paulo abriga, a partir de hoje, o Indie - Mostra de Cinema Mundial, que começou em Belo Horizonte, há dez anos. Serão exibidos 66 títulos - 46 longas e 20 curtas, produzidos em 12 países. O conceito de "indie", independente, ultrapassa a economia do cinema. Refere-se também a um tipo de filme mais comprometido com a arte, a linguagem, do que com a indústria. Entre os filmes anunciados estão A Vida Durante a Guerra, de Todd Solondz (EUA), e Hahaha, de Hong Sao-soo (Coreia). Mas os grandes destaques são as mostras de Apichatpong Weerasethakul (cinco longas e 20 curtas selecionados pelo autor) e Kiyoshi Kurosawa (21 títulos). Sem relação com Akira Kurosawa, Kiyoshi tem sido comparado a Stanley Kubrick e Andrei Tarkovski por seus filmes de horror, de detetives e até de sexo, mas ele próprio admite que Alfred Hitchcock, Yasujiro Ozu e Shigehiko Hasumi foram mais influentes em sua vida e Estilo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.