A falácia do poder

Vênus e Plutão em sextil; a Lua cresce no signo de Capricórnio

astro@0-quiroga.com, O Estado de S.Paulo

08 de dezembro de 2010 | 00h00

O céu de brigadeiro é uma imaginação produzida pela mente estressada de nossa humanidade, ansiosa por encontrar um tipo de paz que apenas as ilusões podem oferecer neste nosso planeta belo e assustado. Quando alguém mexe num vespeiro, certamente sairá de lá picado. Os governos do mundo não são os verdadeiros poderes desta Terra, são apenas os que detêm os direitos da propaganda oficial que determina não haver nada nem ninguém acima deles. Porém, tão limitado é esse poder aparentemente absoluto que até hoje, quase dez anos depois, com toda a tecnologia e os trilhões de dólares investidos, não foi possível encontrar um ser humano chamado Osama Bin Laden, que continua escondido nas cavernas de sabe lá o Altíssimo onde seria isso.

ÁRIES 21-3 a 20-4

A vitória terá de ser tomada por assalto, porque ninguém a entregará a você de mão beijada. Porém, nesse sentido você terá de agir com sabedoria para não tomar por assalto o que for oferecido de outra forma.

TOURO 21-4 a 20-5

O mundo é um invento da humanidade e, por isso, somos responsáveis pelos horrores e beleza que se produzem por aqui. Sabemos o que deve ser mudado, nada nos livra da culpa de não fazer isso por pura preguiça.

GÊMEOS 21-5 a 20-6

O mundo parece mais injusto do que verdadeiramente é. Isso acontece porque nossos olhos querem ver resultados imediatos e, assim, perdem o fio da meada de planos maiores e melhores. Nessa perspectiva, tudo é justo.

CÂNCER 21-6 a 21-7

O assunto atual não é esperar, mas agir e, se possível, de forma antecipada, antes que as coisas degringolem. Ainda que o que aconteça seja responsabilidade de outras pessoas, participe assim mesmo.

LEÃO 22-7 a 22-8

Maiores problemas só não serão evitados se você não o desejar, porque todas as oportunidades foram dadas para que os relacionamentos retornem a um patamar mais civilizado e natural. Agora a bola está nos seus pés.

VIRGEM 23-8 a 22-9

Que dúvida poderia haver a respeito do poder da liberdade humana? Por exemplo, neste momento você fará o que desejar, ainda que racionalmente perceba todas as consequências danosas que isso poderia trazer.

LIBRA 23-9 a 22-10

Apesar de querer descansar, o que seria merecido, prefira enfrentar tudo que acontecer da forma mais imediata e eficiente possível, pois tudo acontece para oferecer a oportunidade de você ser mais livre.

ESCORPIÃO 23-10 a 21-11

Quando a discussão é feita em torno de temas de interesse prático, ninguém deveria se ofender. Porém, não é o que acontece, em geral as pessoas levam para o lado pessoal o que deveria ser apenas assunto de trabalho.

SAGITÁRIO 22-11 a 21-12

Todo o esforço para afirmar sua posição atual é de muita boa vontade e necessário. Porém, nos tempos que virão por aí será necessário reconsiderar esse posicionamento, já que as regras do jogo mudarão.

CAPRICÓRNIO 22-12 a 20-1

Talvez não seja possível você satisfazer todas as suas vontades, as circunstâncias imprimem um ritmo muito difícil de superar. Porém, a tentativa de driblá-las será suficiente para equilibrar o jogo.

AQUÁRIO 21-1 a 19-2

Não vai demorar muito para você conferir concretamente se os seus pressentimentos eram obra da fantasia ou se por trás deles havia algo real em desenvolvimento. Não vai demorar muito, para felicidade de sua alma.

PEIXES 20-2 a 20-3

Pratique o seguinte exercício de forma obstinada: toda vez que surgir uma queixa em sua mente transforme-a imediatamente numa visão do futuro que você almeja conquistar. Desanimar-se é uma escolha, faça outra diferente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.