A experiência de ser

Mercúrio e Netuno em quadratura; a Lua míngua no signo de Touro.

Quiroga, astro@o-quiroga.com, O Estado de S.Paulo

09 de junho de 2010 | 00h00

A experiência de ser acontece entre o implacável destino e a margem de manobra de diversas dimensões que chamamos liberdade. A história humana tem sido pautada por longos períodos de domínio de forças aparentemente insuperáveis, o implacável destino, mas transformada radicalmente a partir de eventuais inflexões provocadas pela atitude revolucionária de seres que foram e são verdadeiros heróis e heroínas de suas épocas. Contrapor-se ao inexorável não foi, nem é ou nunca será uma atitude sensata, mas se de sensatez fosse feita a história, hoje não existiriam inúmeras maravilhas. Nós existimos num momento em que esta inflexão acontece, tendo nas atitudes ousadas de novos heróis e heroínas a revolução que beneficiará as futuras gerações.

ÁRIES 21-3 a 20-4

As boas intenções nem sempre dão bons resultados e, por isso, será sempre sábio analisá-las com profundidade antes de colocá-las em prática. Em muitos casos, por exemplo, ajudar alguém não seria a melhor opção.

TOURO 21-4 a 20-5

Fazer não é mais suficiente, a partir de agora tudo terá de ser feito aproximando-se da perfeição das obras. Com certeza, tudo será mais trabalhoso assim, mas os resultados serão também infinitamente mais satisfatórios.

GÊMEOS 21-5 a 20-6

A mente está sempre dialogando consigo mesma e nem sempre algo interessante resulta disso. Porém, há momentos inspirados também que, apesar de raros, cimentam importantes informações que servirão para sempre.

CÂNCER 21-6 a 21-7

Estranhos relacionamentos acontecem porque as pessoas não são sinceras entre si e se esquecem de sustentar o personagem que representavam quando se conheceram pela primeira vez. O tempo torna tudo claro.

LEÃO 22-7 a 22-8

Daí de dentro, do ponto de vista do observador interno, as atitudes que as pessoas tomam parecem estranhas. Porém, pense o seguinte: do ponto de vista dos outros observadores internos, a alma estranha é a sua.

VIRGEM 23-8 a 22-9

Todas as maravilhosas ideias que atravessam sua mente e que produzem entusiasmo só se mostrarão magníficas quando forem realizadas. Até lá, tudo será teoria sujeita a questionamentos e críticas.

LIBRA 23-9 a 22-10

Em geral, envolver-se em confusões é resultado de atitudes inconscientes, porque ninguém em seu são juízo entraria nessas de forma intencional, não lhe parece? Porém, sair das confusões só pode ser intencional.

ESCORPIÃO 23-10 a 21-11

Quando um gesto inadvertido feito por alguém ou uma palavra dita sem razão atingir você em cheio e a reação for enorme, tenha certeza que nada do que aconteceu foi a causa disso. É sua alma que está nervosa.

SAGITÁRIO 22-11 a 21-12

Quando tudo estiver à beira do caos, intervenha pondo ordem e organizando minuciosamente todas as tarefas e compromissos. Entregar-se ao caos seria tentador, mas neste momento nada de bom resultaria disso.

CAPRICÓRNIO 22-12 a 20-1

A tentação vem na forma de novos empreendimentos que tirariam a atenção dos que já estão em andamento. Por enquanto, é propício finalizar tudo que você administra há algum tempo, antes de iniciar nada novo.

AQUÁRIO 21-1 a 19-2

Fale com o coração e tudo que você disser será compreendido imediatamente. Fale com o distanciamento que a razão outorga e nada do que você disser fará o mínimo sentido para ninguém. Exercite a emoção, só ela é verdadeira.

PEIXES 20-2 a 20-3

Melindres enormes podem acontecer por palavras ditas inadvertidamente. O que fazer? Amizade com o silêncio e exercício de ouvir com atenção tudo que for dito. Assim, nada perigoso sairá de sua boca jamais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.