A emotiva biografia de Cazuza

Um Milionário em Apuros

Ubiratan Brasil, O Estado de S.Paulo

17 de maio de 2010 | 00h00

14H15 NO SBT

(King"s Ranson). EUA, 2005. Direção de Jeff Byrd, com Anthony Anderson, Jay Mohr, Nicole Parker, Kellita Smith.

Diversas pessoas planejam o sequestro de milionário que consegue ser odiado por todos. O próprio ricaço resolve se (auto)sequestrar para garantir que seu dinheiro não vá para a ex-mulher. Nesse processo maluco, um sujeito do bem tenta provar à irmã criminosa que a atração pelo ilícito está no gene e também prepara o rapto do grande homem. Parece uma boa trama, semelhante àquelas comédias malucas dos anos 30 e 40. Mas, não se engane: o diretor Byrd parece não conhecer o terreno onde pisa. Resultado: um filme chato. Reprise, colorido, 95 min.

A Herança de M. Deeds

15H45 NA GLOBO

(Mr. Deeds). EUA, 2002. Direção de Steven Brill, com Adam Sandler, Winona Ryder, John Turturro, Steve Buscemi, Jared Harris, Peter Gallagher.

Rapaz vive na pequena cidade de Mandrake Falls, em New Hampshire, onde faz sucesso com sua pizzaria e leva uma vida tranquila. Até que, repentinamente, surgem dois executivos que lhe trazem uma notícia surpreendente: um tio afastado acaba de morrer e lhe deixou uma fortuna de US$ 40 bilhões, além do comando da maior empresa de comunicação do mundo e diversos outros negócios. Ele parte então para a cidade grande, onde começa a implantar em seus novos negócios os valores de sua pequena cidade. É quando uma repórter de um tabloide sensacionalista é enviada para observá-lo de perto, mas acaba se apaixonando por ele. A intenção era fazer um remake da comédia clássica de Frank Capra - O Galante Mr. Deeds, de 1936. O resultado, porém, é um tiro n"água. Não perca seu tempo. Reprise, colorido, 96 min.

Carga Explosiva 3

21H55 NA GLOBO

(Transporter 3). EUA, 2008. Direção de Olivier Megaton, com Jason Statham, Natalya Rudakova.

Especialista em transportes é pressionado a transportar a filha sequestrada do chefe de uma agência de proteção ambiental na Ucrânia. Ele deve sair de Marselha, na França, passando por Stuttgart e Budapeste até chegar a Odessa, às margens do Mar Negro. Durante o caminho, com a ajuda de um inspetor, ele terá de enfrentar os homens que o contrataram e agentes enviados para interceptá-lo. O curioso é que Statham é chamado pelo carinhoso apelido Jay e passou grande parte da adolescência desfilando em passarelas como modelo. Com exceção desse comentário, nada mais parece interessante. Inédito, colorido, 103 min.

Cazuza - O Tempo Não Para

2 H NA GLOBO

Brasil, 2004. Direção de Sandra Werneck e Walter Carvalho, com Daniel de Oliveira, Marieta Severo, Reginaldo Faria, Andrea Beltrão, Leandra Leal, Emílio de Mello.

A vida louca e breve de Cazuza, símbolo do rock brasileiro, na década de 80. Embalada por canções que marcaram uma geração, a cinebiografia do cantor e compositor acompanha sua carreira desde o encontro com o grupo Barão Vermelho até o precoce desfecho causado pela aids, em 1990. Edulcorada em alguns assuntos, a cinebiografia tem a vantagem de apresentar com carinho um personagem singular, defendido com muita garra por Daniel de Oliveira. Para ver e se emocionar. Reprise, colorido, 98 min.

Amanhã

A Globo exibe amanhã, no Intercine, o preferido do público entre Por Uma Vida Menos Ordinária, de Danny Boyle, com Ewan McGregor, Cameron Diaz, Holly Hunter, sobre um jovem zelador que, depois de ser demitido, sequestra a bela filha de seu patrão, mas os dois acabam se apaixonando (Inglaterra, EUA, 1997, fone 0800-70-9011); e Aviso Mortal, de Christian McIntire, com Stephen Baldwin, A. J. Buckley, sobre misteriosos círculos que, em uma pequena cidade de Oregon, começam a aparecer na plantação de milho de um agricultor. Quando seu primo, cinco amigos da faculdade e o chefe de polícia local descobrem que os sinais parecem coisa de outro mundo, é desencadeado um extraordinário terror. O grupo se desespera para escapar da selvagem fúria de sua descoberta ao perceber que os círculos não são meramente inocentes sinais, mas avisos mortais. A mesma trama foi conduzida com muito mais talento por M. Night Shyamalan em Sinais (EUA, 2003, fone 0800-70-9012).

TV PAGA

Núpcias Reais

16 H NO TCM

(Royal Wedding). EUA, 1951. Direção de Stanley Donen, com Fred Astaire, Jane Powell, Peter Lawford e Sarah Churchill.

Na época do casamento da então princesa Elisabeth com Phillip Mountbatten, um casal de irmãos dançarinos dos Estados Unidos viaja para Londres. Lá, entre uma apresentação e outra, cada um deles encontra um par. Musical com trama deliciosa que já valeria a pena apenas por algumas cenas clássicas. Você já deve ter visto, por exemplo, Astaire dançando elegantemente com um cabideiro. Ou ainda quando ele dança pelas paredes e pelo teto de um quarto. A cena é do tempo em que a engenhosidade tinha de prevalecer e foi feita com um enorme cenário que girava enquanto o ator se equilibrava. Um prazer eterno. Reprise, colorido - 92 min.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.