A elegância do cavaco de Pedro Vasconcellos

INSTRUMENTAL[br]TRIO AQUÁRIO [br]PRIMEIRO[br]Brasilianos[br]Preço: R$ 23[br]ÓTIMO

LUCAS NOBILE, O Estado de S.Paulo

12 Fevereiro 2011 | 00h00

Com uma formação pouco convencional - cavaquinho, violão e baixo acústico -, o disco de estreia do brasiliense Trio Aquário é um respiro extremamente criativo no cenário instrumental. Capitaneados pelo cavaquinista e compositor Pedro Vasconcellos (foto), que assina 7 dos 12 temas, Eduardo Belo (baixo acústico) e Rafael dos Anjos (violão) também mostram um belo trabalho autoral em O Amor em Um Sorriso, Ainda Nada, Saudades do Meu Amor e Tarde Azul. Além disso, Vasconcellos consegue tirar um som límpido do cavaquinho ao solar, algo sabidamente mais difícil em comparação ao bandolim, por exemplo. Os temas do cavaquinista, como A Estrela e o Homem, Chorinho da Alegria e Um Pouco de Amor, revezam-se entre empolgação e emoção. Os destaques ficam por conta de mais duas composições de Vasconcellos, Um Três pra Quatro e a joia Dos Anjos, com participação do gaitista Gabriel Grossi. E ainda há espaço para Música para Sentir e Pensar, de Hamilton de Holanda, que assina a direção-geral do álbum ao lado de Marcos Portinari.

OUÇA TAMBÉM

COCHICHANDO

Artista: Henrique Cazes e Marcello

Gonçalves Álbum: Pixinguinha de Bolso

Gravadora: Deckdisc Preço: R$ 29,90

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.