À distância e inédito, Allen é sensação em Frankfurt

Nem Harry Potter, nem literatura afegã. O assunto da vez na Feira de Frankfurt é Woody Allen e sua autobiografia. O fenômento é ainda mais impressionante se considerado que, ao contrário do livro do ex-lutador Muhammad Ali, também apresentado com sensação aqui na Alemanha, a biografia de Allen ainda não existe. Mas agentes do cineasta têm sondado expositores do maior evento do mercado literário mundial e verificado um alto interesse. Uma editora inglesa, a HarperCollins, confirma que já fez sua proposta, mas nega que o valor seja de impressionantes US$ 2,5 milhões, valor especulado pela imprensa local.Allen ainda tem de aprovar o acordo. "Ele está querendo saber o nível de interesse antes de se comprometer a escrever o livro", disse uma assessora da HarperCollins. "Se o fizer, vai adorar vê-lo publicado." O motivo de tanto interesse pelo livro reside no fato de que, embora muito biografado, ele próprio tem notória aversão a badalações e faz silêncio sobre sua vida privada. Mesmo quando ela é devassada pela imprensa, como em 1992, quando se separou de Mia Farrow para casar-se com sua filha adotiva, Soon-Yi, então com 21 anos. Para o livro, porém, o diretor de Noivo Neurótico, Noiva Nervosa e Hannah a Suas Irmãs promete tocar em todos os mistérios que cercam sua trajetória.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.