À Deriva faz show amanhã em São Paulo

Após o sucesso do "Suíte do Náufrago", o terceiro disco do quarteto de música instrumental contemporânea À Deriva, lançado em 2010, o grupo vem se preparando para voltar ao estúdio de gravação. O contrabaixista e compositor Rui Barossi disse hoje que, apesar de o novo disco ainda não ter um nome, cinco novas músicas já foram compostas e até apresentadas para quem teve a sorte de ouvi-los no fim do ano passado.

ROGER MARZOCHI, Agência Estado

17 de fevereiro de 2011 | 15h03

Amanhã, o público poderá conferir as músicas novas e, também, as do segundo disco, "À Deriva II", em show às 23h, na Serralheria, em São Paulo. Sexta-feira retrasada o grupo esteve lá fazendo a apresentação do "Suíte do Náufrago", com projeções de imagens em um telão.

O show sempre será melhor que o disco. Isso é mais intenso na música instrumental mas, no caso desses músicos, é ainda mais forte. Rui e seus amigos Beto Sporleder (sax), Daniel Müller (piano) e Guilherme Marques (bateria) têm uma única certeza: sabem que estão em alto mar, eles sentem o vento, as ondas, o tempo, mas traçam caminhos que parecem improváveis, com base em todas essas sensações. A bússola existe, mas não tem um ponteiro. O disco é importante para divulgação, mas no fundo, aprisiona o caminho que eles seguiram no dia da gravação.

À Deriva

Serralheria

Amanhã, 23h

Rua Guaicurus, 857, Lapa, São Paulo

Preço: R$ 10

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.