A civilização não protege a vida

Marte ingressa em Capricórnio, Vênus em sextil com Plutão; a Lua cresce em Capricórnio.

astro@0-quiroga.com, O Estado de S.Paulo

07 de dezembro de 2010 | 00h00

Quanto mais nossa humanidade progride, mais complexo se torna o panorama com que deve lidar. É evidente que a civilização inteira se encontra num estado de ruptura e que a qualquer momento isso se transformará num efeito dominó. A ideação corrente que circula nos relacionamentos sociais não é protegida nem incentivada pelo corpo de leis, já que este reflete realidades que não existem mais. Hoje somos mais complexos e sofisticados do que há 30 anos, em pouco tempo as coisas mudaram demais. Como culpar a juventude por desobedecer radicalmente às regras quando se percebe que essas agridem mais do que protegem? A vida protege quem a proteger, mas destrói quem tenta destruí-la. A civilização não protege mais a Vida.

ÁRIES 21-3 a 20-4

Nada poderia estar certo num mundo incerto, mas como parece natural deixar de lado pressentimentos estranhos, o resultado é que a maior parte de nossa humanidade terá de cair do cavalo com a surpresa que vem por aí.

TOURO 21-4 a 20-5

As regras do jogo civilizado precisam mudar, pois, não é mais saudável que se perca tempo diariamente tendo de justificar o que não passa de natural. Mude você suas regras pessoais, ajude o mundo a melhorar e ser maior.

GÊMEOS 21-5 a 20-6

Nada guarde, tudo esclareça e compartilhe tendo em vista o objetivo de aliviar a tensão que pesa nos relacionamentos. Faça a sua parte a despeito de as outras pessoas se negarem a cumprir a parte delas.

CÂNCER 21-6 a 21-7

É fundamental participar de forma mais ativa nos relacionamentos, dividindo responsabilidades e se dispondo a sacrificar tempo para ajudar as pessoas próximas e, quem sabe, algumas distantes também.

LEÃO 22-7 a 22-8

Momentos complicados exigem atitudes sábias, as quais só resultariam de experiência e presença de espírito. Nada que for decidido impulsivamente poderia ser considerado sábio. Os problemas podem ser evitados.

VIRGEM 23-8 a 22-9

Nós, humanos, somos respeitados em nossas decisões, pois, o nome do jogo é liberdade. Raramente utilizamos a liberdade para melhorar uma situação, o comum é que livremente estraguemos o que poderia ser ótimo.

LIBRA 23-9 a 22-10

Faça o possível, dentro das circunstâncias, para que o clima não azede irreversivelmente. É que algumas questões que foram deixadas de lado quando foi a hora de enfrentá-las retornam agora com força redobrada.

ESCORPIÃO 23-10 a 21-11

As discussões devem ser breves e eficientes. Por isso, você deve encontrar o ponto certo e ater-se a ele a despeito de acontecer a tentação dessa discussão degringolar para a coisa pessoal, tipo ofensas e similares.

SAGITÁRIO 22-11 a 21-12

O que até aqui era aceitável deixou de sê-lo com rapidez inusitada, o que muda muito o panorama com que você deverá lidar nos próximos tempos. Por isso, grande parte do esforço atual terá de ser reconsiderado.

CAPRICÓRNIO 22-12 a 20-1

Se por enquanto for impossível superar as circunstâncias, então por que você não tenta driblá-las, pelo menos? Isso ajudaria bastante e reforçaria sua vontade, o que na prática melhoraria muito o panorama.

AQUÁRIO 21-1 a 19-2

Apenas o tempo dirá se os seus pressentimentos eram apenas um pouco de loucura ou se algo sua alma sentia que as outras pessoas nem percebiam. Somente o tempo dirá. Enquanto isso, continue vivendo o melhor possível.

PEIXES 20-2 a 20-3

É normal que as pessoas gastem muito tempo lamentando-se, mas o normal não transforma o ato em saudável. Enquanto as pessoas se queixam, a Vida continua em desenvolvimento, disponível para quem decidir vivê-la.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.