A bela Junie e seu charme adolescente

ABC do Amor

Luiz Carlos Merten, O Estado de S.Paulo

21 de setembro de 2010 | 00h00

15H35 NA GLOBO

(Little Manhattan). EUA, 2005. Direção de Mark Levin, com Josh Hutcherson, Charlie Ray, Bradley Whitford, Cynthia Nixon, Talia Balsam, John Dossett.

O título é o mesmo de um filme que, nos anos 1960, reuniu episódios do Brasil e de outros países da América Latina, mas a história e a procedência são outras. Mostra garoto de 10 anos que se apaixona por menina da classe de caratê, embora ambos já se conheçam desde o jardim de infância. O primeiro amor é tratado com delicadeza, mesmo que o diálogo seja, como diz Leonard Maltin em seu guia, um tanto "precoce". Reprise, colorido, 98 min.

Amor em Chamas

22 H NA REDE BRASIL

(Breaking Up). EUA, 1996. Direção de Robert Greenwald, com Salma Hayek, Russell Crowe, Abraham Alvarez.

Russell Crowe ainda estava "muito" em princípio de carreira quando fez esta comédia estrelada por Salma Hayek. Os dois formam casal que não consegue viver junto nem separado. As idas e vindas ocorrem numa narrativa sem graça e sem empatia do casal principal, o que torna mais fácil entender por que se separam, mas não por que insistem em voltar. Reprise, colorido, 89 min.

Uma Chamada Perdida

23H30 NO SBT

(One Missed Call). EUA/Japão/Alemanha, 2008. Direção de Eric Valette, com Shannyn Sossamon, Edward Burns, Ana Claudia Talancón, Azura Skye, Ray Wise.

Mulher recebe chamada em que uma voz ameaçadora anuncia sua morte próxima. Dois amigos, que receberam anteriormente o mesmo tipo de telefonema, morreram. A polícia duvida, mas um detetive acredita nela e ambos tentam desvendar o mistério. O remake norte-americano do terror de Takashi Miike é ruim demais, apesar do empenho do elenco. Reprise, colorido, 87 min.

Barão do Oeste

0H55 NA REDE BRASIL

(McLintock!). EUA, 1963. Direção de Andrew V. McLaglen, com John Wayne, Maureen O"Hara, Patrick Wayne, Stefanie Powers, Yvonne De Carlo, Chill Wills, Bruce Cabot.

Vá alguém descobrir por que a emissora resolveu rebatizar o western de Andrew McLaglen, que tinha outro título ao passar nos cinemas brasileiros - Quando Um Homem É Homem. Livremente adaptado de Shakespeare - é "a megera domada" no Oeste -, traz John Wayne como criador de gado que busca fêmeas para seu touro premiado. Ele vive às turras com a mulher e, para complicar, a filha se junta ao casal, em férias. Filho do ator fordiano Victor McLaglen, Andrew foi um diretor para lá de limitado. Aqui, existem ecos de Depois do Vendaval, que Wayne, O"Hara e McLaglen (pai) fizeram com o mestre John Ford. Reprise, colorido, 127 min.

Intercine

2H15 NA GLOBO

A emissora exibe o preferido do público entre - Invasão de Domicílio, de Anthony Minghella, com Jude Law, Juliette Binoche, Robin Wright Penn, Martin Freeman, Ray Winstone e Vera Farmiga, sobre arquiteto que desenvolve projeto para recuperar vizinhança barra-pesada, mas cujo escritório, que ele situa no local, é invadido por garoto e ele se envolve com a mãe do jovem; e Mais Estranho Que a Ficção, de Marc Forster, com Will Ferrell, Maggie Gyllenhaal, Dustin Hoffman, Queen Latifah e Emma Thompson, Tony Hale, sobre sujeito que descobre que sua vida é um livro escrito por uma autora conhecida por matar seus personagens; e, agora, o que ele faz para evitar a própria morte?

Amanhã

A Globo exibe amanhã, no Intercine, o preferido do público entre - Tribunal Sob Suspeita, de Heywood Gould, com Joanne Whalley-Kilmer, Armand Assante, Gabriel Byrne, William Hurt, Kathleen Quinlan e Margaret Whitton, sobre mulher que integra júri de mafioso, que a força a votar por sua inocência, ameaçando matar seu filho, e ela parte para a vingança (EUA, 1994, fone 0800-70-9011); e Máscara Negra 2, de Tsui Hark, com Andy On, Tobin Bell, Jon Polito, Tyler Mane, Rob Van Dam e Traci Lords, segundo da série que começou com Jet Li; este foi produzido para o mercado internacional e tem astros ocidentais de artes marciais; a história lembra Power Rangers, com um herói destemido e muitos monstros de borracha (EUA/China, 2001, fone 0800-70-9012).

TV Paga

A Bela Junie

22 H NO TELECINE CULT

(La Belle Personne). Franmça, 2008. Direção de Christophe Honoré, com Léa Seydoux, Louis Garrel, Grégoire Leprince-Ringuet, Esteban Carvajal-Alegria, Valérie Lang.

O mais nouvelle dos autores franceses da nova geração adapta livremente A Princesa de Clèves, de M. de La Fayette, transportando a história para o meio estudantil contemporâneo e contando a história de garota que se envolve com seu professor. Para quem curte Honoré - os cinéfilos de carteirinha -, é uma obra-prima, ou quase. Para os demais espectadores, será um Malhação mais pretensioso, metido a besta. Léa Seydoux é uma bela revelação e Louis Garrel já é, há tempos, o mais cobiçado galã jovem do cinema da França. Um programa importante. Inédito, colorido, 100 min.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.