A arte dos brasileiros que vão à Arco

Para apresentar ao público os oitoartistas que Nara Roesler vai levar à feira internacional dearte contemporânea espanhola que ocorre todo ano na cidade deMadri, a Arco, será inaugurada amanhã uma exposição com algunsdos trabalhos de Artur Lescher, Niura Bellavinha, Paulo Pasta,Laura Vinci, Gil Vicente, José Patrício, Arthur Omar e BrígidaBaltar no espaço da galeria, em São Paulo. A exposição é uma amostragem dos artistas, mas não reúne necessariamente, os tipos de obras que serão apresentadas naEspanha. Por exemplo, enquanto a galeria mostra uma instalaçãocom pó de mármore e esculturas de mármore de Laura Vinci, naArco a artista estará representada pelos trabalhos da sérieEstados, formado por bacias com água e fios de cobre que asaquecem. A artista trata dos estados da matéria e discute a"instabilidade dos corpos e seus elementos", como explicaNara. A idéia da galerista foi a de levar obras de impacto -também no sentido de apresentar trabalhos em grandes dimensões.Levará uma pintura enorme de Paulo Pasta, esculturas de Lescher,grandes desenhos feitos com tinta preta sobre papel de GilVicente. "O objetivo da galeria é mostrar que o espectro daarte experimental em nosso país é mais amplo ao normalmenteapresentado em exposições e publicações internacionais, queainda remetem à experimentação no Brasil as que foram geradas apartir de Hélio Oiticica e de Lygia Clark." Esta é a primeira vez que Nara Roesler vai à Arco."Particiar em uma feira é a maneira mais eficiente de mostraros artistas lá fora", diz a galerista sem deixar de reclamardos altos custos que envolvem essa empreitada. Ela conta queparticipou por duas vezes da Feira de Arte Contemporânea (Fiac)de Paris e que nos últimos três anos vem mostrando seus artistasna feira de Chicago. Exemplos de resultados são as aquisições deobras de brasileiros, como a de José Patrício, em museu deWashington, e as negociações para que seja realizada umaretrospectiva de Tomie Ohtake no Chicago Cultural Center entrejulho e agosto deste ano. Além das obras, Nara vai levar o livro Artur Lescher lançado agora na coleção Monografias da Cosac & Naify e OEsplendor dos Contrários - Aventuras da Cor Caminhando sobre asÁguas do Rio Amazonas, de Arthur Omar, também da mesmaeditora. Serviço - Arco 2003. De segunda a sexta, das 11 horas às20 horas; sábado, das 11 horas às 15 horas. Galeria NaraRoesler. Avenida Europa, 655, em São Paulo, tel. (11) 3063-2344.Até 5/3. Abertura às 21 horas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.