A arte do papel segundo os ingleses

Seleção de gravuras que a Cultura Inglesa e o British Council exibem a partir de quinta-feira à noite no Centro BrasileiroBritânico, é uma mostra impressionante de quase 200 obras, assinadas por 21 artistas importantes do cenário inglês e que traduzem a importância da arte da gravura no cenário contemporâneo. O recorte curatorial proposto por Gerard Hemsworth -artista, curador e ex-diretor da Goldsmith College - reforça ocaráter democrático desse tipo de produção, que serve como formade expressão às poéticas mais distintas e permite ao mesmo tempoque os artistas difundam de maneira ampla seus trabalhos. A gravura não é a linguagem primordial da maioria dosartistas representados. Mas nem por isso elas têm umaimportância secundária em sua produção. Aliás, característicaimportante da produção contemporânea é exatamente atransitoriedade entre os vários suportes em busca de formasdistintas de expressão. Damien Hirst, um dos artistas mais pops do cenário britânico,que comparece na exposição com a coleção completa da série TheLast Supper, parcialmente exibida na mostra Tate - The BiggerSplash. Outros artistas associados à midiática exposiçãoSensation, como os irmãos Jake & Dinos Chapman também fazemparte da seleção. Mas há outras inúmeras atrações, de celebridades comoAnthony Caro, Richard Hamilton e Peter Blake,a artistas menos conhecidos como Siobhán Hapaska, GillianWearing e Catherine Yass. Quem quiser saber mais sobre o tema pode participarnesta quarta, às 14h30, da conversa aberta ao público entreHemsworth, Brad Fain - o representante do estúdio londrinoCoriander - e o artista Bruce McLean. A arte britânica também pode ser vista na exposiçãoTransmission Cardiff/São Paulo, que será aberta amanhãhoje noEspaço Anexo. Com curadoria de Tereza de Arruda, a mostra reúneobras de jovens ingleses que têm como ponto de partida o corpohumano e trabalham de forma coletiva, no estúdio Tactile Bosch,em Cardiff.Paper Democracy. Centro Brasileiro Britânico. R.Ferreira de Araújo, 741, Pinheiros, 3039-0500. 9h/20h (sáb.,dom. e fer., 10h/16h). Grátis. Até 31/12. Abertura naquinta-feira(23), às 20h Transmission Cardiff - Body Construct. Espaço Ophicina/EspaçoAnexo. R. Barão do Bananal, 947, Pompéia, 3871 0450. 10h/18h(sáb., 11h/15h). Grátis. Até 12/11. Abertura quarta, às 20h

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.