Reuters
Reuters

5 tendências de moda desfiladas na New York Fashion Week

Semana de Moda trouxe o estilo das ruas para a passarela

Maria Rita Alonso e Lays Tavares, Especial para 'O Estado'

13 de setembro de 2019 | 19h45

O caminho das tendências de moda anda mais lento  ultimamente. Para reafirmar estilos e manter relevância na criação, os estilistas hoje trabalham sobre algumas modelagens e cartelas definidas, evoluindo aos poucos no processo criativo. Está fora de moda fazer mudanças bruscas em relação às tendências. Com isso as roupas que cruzaram a passarela estão muito próximas do que já é possível ver nas ruas da cidade. Em termos práticos, os maiores destaques desta temporada da Semana de Moda de Nova York foram: 

 

1- Mangas bufantes e peplum

O clima de romantismo está no ar. As mangas bufantes ficaram maiores e mais ousadas, até mesmo em grifes como Christian Siriano e Tory Burch. O volume é reforçado com o retorno do peplum. O uso de tecido extra (como o tafetá) em saias e vestidos foi hit nos anos 80 e não aparecia há algumas temporadas, sendo agora aposta de grifes emergentes como Area e Ulla Johnson. 

 

2- Grafismos em preto e branco

Poás, xadrez, pied-de-poule, zebra… designers como Carolina Herrera, Tommy Hilfiger e Khaite apostaram em estampas gráficas em preto e branco para chamar a atenção das suas coleções.

 

3-  Barriga de fora

A moda acaba de se render ao último bastião dos anos 90 que não havia sido explorado e popularizado. Calças de cintura baixa estão de volta revelando o umbigo, mas sem perder a sofisticação - como em Tom Ford, Proenza Schouler e Dennis Basso. 

 

4- Uniforme branco

O uniforme mais poderoso da Primavera/Verão 2020 é o look monocromático branco. Seja em um terno completo, um macacão ou combinação de camisaria como em Tom Ford, Proenza Schouler e Helmut Lang.

 

5-  Sportswear sofisticado

A moda esportiva, que domina as ruas e passarelas nos últimos anos, está mais chique. O toque de modernidade é dado pelas referências mais voltadas ao basquete, à moda dos anos 80 - quando o hip hop nascia no Bronx. Assim, as modelagens estão mais sofisticadas e elaboradas, principalmente com o uso de tecidos tecnológicos, e priorizando sempre o conforto, a cor, e a mobilidade.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.