'4 Por 4', uma coreografia consagrada de Deborah Colker

Coreógrafa que criou o espetáculo de 25 anos do Cirque du Soleil reformula sucesso de sua carreira

Aline Estivaletti, de O Estado de S. Paulo,

21 de agosto de 2009 | 10h18

No ano em que se torna mundialmente conhecida por ser a primeira mulher - e o primeiro brasileiro - a coordenar uma coreografia do Cirque du Soleil, Deborah Colker volta a São Paulo com uma releitura de 4 Por 4, uma de suas coreografias mais consagradas. "É um novo espetáculo", diz. "Fizemos um upgrade. O risco é alto, mas o lucro, também."

 

A primeira versão desta fusão de dança com artes plásticas foi apresentada na cidade em 2002. Houve mudanças na coreografia, que integra movimentos corpóreos a quatro obras: o quadro ‘Povinho’ de Victor Arruda; as instalações ‘Mesa’, do coletivo Chelpa Ferro (criada exclusivamente para compor o espetáculo) e ‘Cantos’, de Cildo Meireles; e a intervenção artística ‘Vasos’, do cenógrafo Gringo Cardia. Há ainda uma passagem em que Débora apresenta mais um de seus talentos - ela toca piano.

 

De acordo com a coreógrafa/curadora, o espetáculo reafirma uma das características mais fortes da companhia: o contato da dança com outros universos (as coreografias ‘Velox’, ‘Dínamo’ e ‘Maracanã’ foram inspirados em esportes, por exemplo). "Mais que surpreender o público, nós, artistas, devemos nos surpreender a nós mesmos", diz.

 

Além da mudança de bailarinos e do cenário de uma das obras (‘Cantos’), a coreografia também foi transformada. Débora afirma que este é um dos maiores desafios de sua carreira e de sua equipe, que precisa executar movimentos complexos. Para breve, ela pensa em combinar dança com dramaturgia.

 

Onde: Teatro Alfa (1.110 lug.). R. Bento Branco de Andrade Filho, 722, 5693-4000.

Quando: sexta-feira, 21, 21h30; sábado, 22, 17h e 21h; domingo, 23, 16h e 20h; 2ª e 3ª, 24 e 25, 21h. Únicas apresentações.

Quanto: de R$ 40 a R$ 90. Aceita todos os cartões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.