4 milhões visitam "The Gates", diz prefeito de NY

O prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, divulgou os números da mostra The Gates, que ocupou o Central Park nos últimos 16 dias. Cerca de 4 milhões de pessoas visitaram a exposição do artista búlgaro Christo e sua mulher, Jeanne-Claude - cerca de 1,5 milhões de outras cidades dos Estados Unidos e 300 mil visitantes de outros países. A ocupação dos hotéis foi 13,3% maior do que de hábito, e os restaurantes acusaram um movimento 200% maior no período. Segundo Bloomberg, a mostra gerou uma atividade econômica em torno de US$ 254 milhões, mais de três vezes o que fora projetado inicialmente. Pradip Das, um ambulante que vende pretzels no parque, disse que, durante essas últimas duas semanas, teve um lucro aproximado de US$ 600 por dia, um recorde para seu negócio. "Foi melhor do que no verão", disse Das. Sem a mostra, o período registra uma freqüência de 750 mil pessoas no parque, habitualmente. A ocupação nos hotéis chegou a 87%. "Nem nos nossos mais delirantes sonhos esperávamos por isso", disse o prefeito durante uma coletiva de imprensa no restaurante Mickey Mantle, na quinta-feira.

Agencia Estado,

04 de março de 2005 | 19h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.