27.ª Bienal de SP divulga nomes dos artistas convidados

O coletivo de artistas Superflex, deCopenhague, Dinamarca. As "miniarquiteturas" (que vão de casaspara animais a abrigos para sem-teto) do grupo Atelier Bow-Bow,de Tóquio. Os filmes-performance do americano Gordon Matta-Clark O artista sul-africano multímia Mustafa Maluka, de 30 anos,revelação do continente africano (ganhou o Tollman Award, em2004). O grego Vangelis Vlahos, estrela da Manifesta de 2004. São cerca de 130 nomes que ocuparão o pavilhão Manoel daNóbrega entre os dias 7 de outubro e 17 de dezembro, quando seráaberta a 27.ª Bienal de São Paulo, que tem o título geral ComoViver Junto. Entre os destaques, a sala do vanguardistaargentino León Ferrari, mestre da escultura abstrata, hoje com85 anos e ainda causando controvérsia - no ano passado, umaretrospectiva de sua obra na Recoleta, com cerca de 400trabalhos, foi invadida por um grupo de católicos radicais, quedestruiu 10 das peças em exposição. Acusado de blasfemo, teve amostra fechada por decisão judicial. Do Brasil, estão dezenas de estrelas, como o baianoMarepe, a mineira Rivane Neueschwander, o carioca Cildo Meireles o paulista Mauro Restiffe. Haverá também uma mostra de cinemacom clássicos de cineastas como Jean-Luc Godard, Júlio Bressanee Rainer Werner Fassbinder. As produções serão mostradas naQuinzena de Filmes, entre 4 a 18 de outubro, no Cine Bombril eno Museu Lasar Segall. A lista de convidados da 27.ª Bienal foi anunciada nesta quinta-feira pela curadora Lisette Lagnado. Dos artistas selecionados, 7foram convidados para realizar um projeto gráfico, 10 sãoartistas internacionais que estão fazendo um projeto deresidência no País (entre eles, Alberto Baraya, Minerca Cuevas,Shimabuku e Francesco Jodice).O tema inspira-se em conferências do escritor francês RolandBarthes (1915-1980) no Collège de France, com reflexão acercados espaços compartilhados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.