24 horas vendo o "BBB": e muito pouco acontece

Dia de ´paredão´ no Big Brother Brasil 4. Géris disputa a permanência no programa com Solange. No rápido programa que vai ao ar à noite, muita animação, papos interessantes, brincadeiras e intrigas. Mas, e no resto do dia? O que será que se passa na casa do BBB4? Papo furado, palavrões, muita malhação, além de horas e horas de soneca. Foi isso o que mais aconteceu da 0h de terça à 0h de quarta-feira na casa. O único momento ´quente´ foi quando Zulu e Géris protagonizaram um bate-boca sobre o conceito de luxúria e sua ligação com a profissão de enfermeira. Marcelo Dourado ainda tentou intervir, piorando a situação. "Antigamente o homem era adepto da ´poligenia´ (lê-se poligamia), pois casava-se com várias mulheres", disse, antes de arrematar com um discurso que atribuiu a Aristóteles. Depois, durante o almoço, os participantes ensaiaram reacender a discussão sobre o fato de Dourado se retirar da mesa na hora da oração, já que ele é ateu. Só que tudo não passou de fogo de palha. Fora isso, o que se viu estava mais para colônia de férias do que uma disputa por R$ 500 mil. As mulheres cantando o dia inteiro na cozinha enquanto os homens, na varanda, colecionavam histórias de brigas e demonstrações de valentia. Isso sem falar do festival de piadas que se seguiu pela tarde. Se não fosse por alguns raros instantes, o assunto ´paredão´ teria ficado de fora da pauta do dia. E apesar de ser um dia de eliminação no programa, tudo na casa era motivo para diversão. Pra lá da uma da manhã, Marcela pegou espuma de barbear e espalhou por toda a cabeça de Zulu. O lutador, então, saiu correndo atrás da Mama, prometendo vingança. Dito e feito: à tarde, o lutador encheu o tênis da promotora de eventos com o mesmo creme. Mais cedo, os dois haviam protagonizado uma guerra de almofadas em um dos quartos da casa. Um dia vazio na casa do "grande irmão".Clique aqui para ler o depoimento do repórter

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.