11/9 não rende ibope: futebol vence especial sobre a tragédia

Cinco anos após os atentados terroristas de 11 de Setembro, a TV americana bem que tentou, mas não conseguiu ´faturar´ mais em cima da tragédia. O destaque na imprensa americana nesta segunda-feira foi o fiasco em ibope da atrações dedicadas ao assunto. Os dois especiais sobre o 11 de Setembro, a minissérie "The Path to 9/11", da ABC, e o documentário 9/11, da CBS, perderam em audiência para a abertura da temporada de futebol americano, exibida pela NBC.Tudo bem que o concorrente era forte, mas a partida obteve o dobro de audiência das atrações sobre os ataques terroristas: média de 20 milhões de espectadores, ante 10 milhões sintonizados no especial da CBS.Antes mesmo de serem levados ao ar, os especiais sobre o 11 de Setembro já encontraram rejeição das próprias redes de TV. E, acredite, o motivo não foi o receio por audiência fraca, e sim o vocabulário do documentário francês 9/11, considerado chulo por algumas afiliadas da CBS, que se recusaram a exibir o programa. Argumentaram que 9/11, que mostrou de perto da visão dos bombeiros em ação, traz muitos palavrões. Santo pudor norte-americano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.