Vitor Miranda
Vitor Miranda

10 boas notícias: confira a seleção da semana para ler em tempos de coronavírus (até 25/7)

Ações culturais, campanhas solidárias e iniciativas de empresas para tornar melhor esses tempos difíceis

Marina Vaz, O Estado de S.Paulo

25 de julho de 2020 | 05h00

Um cinema ao ar livre ocupa o Rio Sena, em Paris. Em São Paulo, um lar de idosos instala uma “cortina do abraço”, por conta do Dia dos Avós (domingo, 26). E uma entidade doa cestas básicas para milhares de famílias.

1. Acolhimento.  Na véspera do Dia dos Avós, um lar de idosos localizado no bairro Alto de Pinheiros, em São Paulo, resolveu presentear seus residentes e familiares. Neste sábado, 25/7, será instalada, na área externa do D’Pádua Residencial, uma “cortina do abraço”. Mediante agendamento, cada morador poderá receber até dois parentes, em visitas com duração de dez minutos, e abraçá-los por meio de uma divisória transparente de plástico. Para garantir a segurança de todos, além da higienização da cortina após cada uso, também será feita uma triagem na recepção, com medição de temperatura.

2. De passagem. Uma iniciativa semelhante ocupa o espaço Casa Tegra, no Jardim Paulista. É a instalação Totem do Abraço, criada pelo arquiteto e cenógrafo Chicão Guerrero, que pode ser experimentada por quem passar pelo local. Com estrutura de madeira e uma cortina maleável feita de lona cristal, ela permite um tipo de aproximação que anda escasso nos tempos de pandemia. Basta inserir os braços em suas “mangas”, fechadas nas pontas, para abraçar a pessoa que está do outro lado. Para tanto, protocolos de segurança, com o uso dos materiais descartáveis disponíveis no local, devem ser cumpridos – como a utilização de luvas com um punho de 80 cm de comprimento e a limpeza e higienização da cortina, antes e depois do uso, com peróxido de hidrogênio.

3. Homenagem a distância. Juntos, estão 78 músicos e 87 cantores líricos ligados ao Teatro Municipal de São Paulo, além de 12 solistas convidados. Sob regência do maestro Roberto Minczuk, eles se uniram, cada qual em sua casa, para interpretar um trecho da ópera italiana La Traviata, de Giuseppe Verdi, e, por fim, fazer um grande brinde. O resultado é um videoclipe em homenagem aos profissionais de saúde que se empenham diariamente no combate ao coronavírus. A gravação foi publicada e pode ser vista no canal de YouTube da instituição.

4. Balanço social. A União Brasileiro Israelita do Bem-estar Social (Unibes), entidade que atua há mais de cem anos em São Paulo, conseguiu arrecadar, entre março e junho, doações que beneficiaram milhares de famílias em situação de maior vulnerabilidade. No período, foram distribuídos cerca de 13 mil cestas básicas e mais de 11 mil kits de limpeza e higiene, contendo itens como máscaras, álcool em gel, fraldas geriátricas e cobertores.

5.Quase à beira-mar.  Como parte do projeto Paris Plages, que transforma trechos às margens do Rio Sena em praias artificiais durante o verão, a capital francesa recebeu, no último fim de semana, uma sessão de cinema bem diferente (e encantadora). Em vez de poltronas, a plateia, mantendo o sempre recomendado distanciamento social, espalhou-se por pequenos barcos ao longo do rio e também em despojadas cadeiras dobráveis. Do outro lado, em um telão, foi exibida a comédia francesa Um Banho de Vida (2018), com direção de Gilles Lellouche. As informações são da agência Reuters.

6.Arte acessível. Criado logo no início da pandemia, como uma forma de incentivar a criação artística, o projeto online Arte em Tempo de Coronavírus acaba de ultrapassar a marca de 500 postagens. Idealizada por Oscar D’Ambrosio, a ação recebe e divulga trabalhos – entre pinturas, desenhos e esculturas – de artistas plásticos de todo o Brasil, sempre inspirados por temas ligados à covid-19 e ao momento atual. Para conferir as obras dessa “exposição virtual”, basta acessar, pelo Instagram, o perfil @arteemtempodecoronavirus.

7.Coração de estudante. Imagine criar uma cápsula do tempo para registrar momentos importantes vividos durante a quarentena. O que colocaria nela? Foi esse o simpático desafio proposto a alunos do Colégio Marista Glória, na região central de São Paulo. Além de recuperar memórias vividas em família e com os colegas, durante as aulas virtuais, eles ainda criaram, manualmente, suas próprias cápsulas, usando os materiais disponíveis em casa, como caixas, envelopes e garrafas pet. A ideia é que as cápsulas sejam abertas no retorno das aulas presenciais – e que todos compartilhem suas lembranças do isolamento.

8. Compromisso social. Uma empresa que desenvolve sistemas de gestão decidiu criar um projeto online para contribuir com o bem-estar e a saúde mental de todos durante a pandemia. E o melhor: com acesso gratuito. Surgiu, assim, o Sankhya Respire, um site que reúne podcasts voltados a práticas de respiração com uma especialista em meditação; vídeos com posturas de alongamento realizadas por uma fisioterapeuta; e até um e-book com dicas de alimentação elaboradas por uma nutricionista (acesse o link: bit.ly/srespire).

9. União. Para um momento difícil, uma onda de solidariedade. Nos últimos dias, uma campanha virtual (#RecuperaCarranca) busca levantar fundos para o tratamento contra o câncer do baterista pernambucano Hugo Carranca, que integra a banda do cantor e compositor Otto. Artistas como Arnaldo Antunes, Karina Buhr e Irandhir Santos já reforçaram o apelo. Além de uma vaquinha online, um leilão com mais de 40 obras de arte está sendo realizado pelo perfil @casabalea, no Instagram.

10. Receber e doar.  Nos últimos dias, clientes de uma rede de supermercados foram incentivados a doar, nas próprias lojas, itens como alimentos, cobertores e álcool em gel. Agora, o que foi arrecadado começa a ser distribuído em comunidades vulneráveis no entorno desses mesmos estabelecimentos. A iniciativa Juntos pelo Bem! foi organizada pelo mercado DIA em parceria com o projeto Van Solidária. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.