Woody Allen tenta reconciliação com ex-produtora

O diretor Woody Allen quer fazer as pazes com sua amiga Jean Doumanian, apesar do processo que moveu na Justiça contra ela e sua empresa de produção de filmes no mês passado. O diretor acusou a produtora Sweetland Films de não ter repassado para ele partes dos lucros de oito de seus últimos filmes, que foram produzidos pela empresa. Doumanian imediatamente revidou e processou o diretor. Ela diz que as acusações não têm base nenhuma e que ele é um "vigarista". De acordo com o jornal nova-iorquino Daily News, Allen mandou um bilhete para Doumainian convidando-a para jantar e comparando as desavenças deles ao filme A Costela de Adão, com Spencer Tracy e Katharine Hepburn. No filme, eles fazem os papéis de advogados casados que estão em lados opostos de um processo. O diretor também pede no bilhete que ela diga publicamente que os dois ainda são amigos. Ainda não houve uma resposta de Doumainian.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.