Woody Allen sofre para chegar ao Brasil

Depois de dois anos do seu lançamento americano, o antepenúltimo filme do diretor nova-iorquino Woody Allen finalmente estréia no Brasil, dia 6 de outubro. Celebridades (Celebrity) sofre de um fenômeno comum aos filmes de Allen: a demora no lançamento brasileiro, que chega a acumular vários filmes do cineasta inéditos por aqui. E, tratando-se de Allen, a situação é incomum pois trata-se de um realizador famoso, de filmes inteligentes, e com grandes estrelas hollywoodianas em seus elencos. Estranho o desinteresse. Segundo Marco Aurélio Marcondes, responsável pela vinda de Celebridades ao País junto à Top Tape, estes atrasos deviam-se a questões contratuais com a distribuidora americana Miramax, anos atrás. "Primeiro, havia um contrato antigo que nos obrigava a lançar filmes do Allen em conjunto com outros quatro filmes da empresa, o que não nos interessava", diz ele. O processo de renegociação desse contrato foi demorado. Cerca de cinco anos atrás, porém, uma outra empresa tomou as negociações por parte de Allen, a Intermedia Film. Marcondes diz que o problema tornou-se outro: por contrato, só poderiam ser lançados no Brasil filmes do diretor na sua ordem de realização. Ou seja, Poderosa Afrodite saiu aqui em 1996, um ano depois do lançamento americano. Para isso acontecer, teve que sair primeiro em 95, Tiros na Broadway (um ano depois do lançamento nos EUA), e Um Misterioso Assassinato em Manhattan (em dezembro de 93, cinco meses depois do lançamento americano). Com os filmes posteriores, Todos Dizem Eu Te Amo e Desconstruindo Harry, não foi diferente. O primeiro, saiu aqui em maio de 97, seis meses depois da estréia americana. O segundo foi ainda pior, só saiu aqui em junho do ano passado, 22 meses depois dos EUA."Estamos tentando ao máximo igualar os lançamentos", afirma Marcondes. Celebrity deve inaugurar uma enxurrada de lançamentos do mordaz Allen pela M.A. Marcondes e Top Tape. Conforme as previsões do distribuidor brasileiro, entre janeiro e fevereiro de 2001 deve estar nos cinemas Sweet and Lowdown (de 1999), e entre junho e julho Small Time Crooks (que recentemente contou com pré-estréia européia no Festival de Veneza). O lançamento do projeto de outono de Allen - ainda sem nome definido - deve finalmente ter datas semelhantes lá e cá, em setembro de 2001.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.