EFE/CHRISTOPHE KARABA
EFE/CHRISTOPHE KARABA

Woody Allen se diz encantado com atuação de Carla Bruni

A primeira-dama da França interpreta o papel da guia do Museu Rodin de Paris no longa-metragem do diretor

11 de maio de 2011 | 13h39

Cannes (França), 11 mai (EFE).- O cineasta americano Woody Allen declarou estar encantado com a atuação da primeira-dama francesa, Carla Bruni, em seu último filme, Midnight in Paris, que abre o Festival de Cannes nesta quarta-feira.

"Foi uma bonita experiência", declarou Allen depois da apresentação do filme à imprensa, cuja exibição oficial está prevista para a tarde desta quarta-feira.

"Ela esteve deliciosa", disse Allen a respeito de Bruni, que interpreta o papel da guia do Museu Rodin de Paris no longa-metragem que também tem no elenco Rachel McAdams, Owen Wilson, Marion Cotillard e Adrien Brody, entre outros.

Allen lembrou que ofereceu o papel à cantora durante um café da manhã em Paris com o presidente Nicolas Sarkozy, quando disse: "Por que não aceita, só por diversão?".

O diretor contou que Bruni veio do "meio do 'showbusiness'", razão pela qual não teve dificuldades em interpretar um papel no filme, ambientado na capital francesa.

"Ela não é uma advogada ou uma diplomata", acrescentou Allen, para explicar que Bruni não se sentiu muito alheia ao mundo do cinema, e contou que a primeira-dama da França ficou "muito contente" com a forma como foi fotografada no filme. EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.