Arquivo/AE
Arquivo/AE

Woody Allen quer Carla Bruni para um papel no cinema

'Eu tenho certeza que ela seria maravilhosa', diz o diretor que lança 'Whatever Works' em Paris em 1.º de julho

REUTERS

18 de junho de 2009 | 11h30

O cineasta norte-americano Woody Allen gostaria de ter a primeira-dama da França, Carla Bruni-Sarkozy, em um papel no cinema, disse o diretor à rádio RTL nesta quinta-feira.

"Eu tenho certeza que ela seria maravilhosa", disse ele. "Ela tem carisma, já atuou, então ela não é desconhecida ao público. Há muitas maneiras de usá-la, ainda que eu não tenha uma história para ela no momento", disse.

"Mas certamente irei conversar com ela sobre isso e perguntarei se ela está interessada."  

 

 

Carla Bruni desfilando com um modelo de Yves Saint-Laurent em foto de 1996. Foto: AP

Bruni-Sarkozy, uma das modelos mais importantes do mundo antes de estrelar uma carreira como cantora e se casar com o presidente Nicolas Sarkozy no ano passado, apareceu brevemente no cinema, atuando como ela mesma na sátira da moda de 1994 Prêt-à-Porter, de Robert Altman.

Woody Allen, cujo último filme Whatever Works será exibido nos cinemas da França no próximo mês, planeja filmar em Paris no próximo ano, disse a RTL.

Como um especialista em criar papéis para mulheres, o diretor fez de Diane Keaton uma estrela com Noivo Neurótico, Noiva Nervosa, em 1977, e desde então tem trabalhado com atrizes que vão desde sua ex-esposa Mia Farrow a Mira Sorvino e Scarlett Johansson.

(Por James Mackenzie)

Tudo o que sabemos sobre:
FILMEWOODYALLENBRUNI*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.