Woody Allen é ovacionado pela platéia de Cannes

O novo filme de Woody Allen, Match Point, foi ovacionado na exibição fora de concurso em Cannes nesta quinta-feira. É um dos filmes mais dramáticos de Allen em muitos anos, após uma série de comédias e do último, tragicômico, Melinda e Melinda. O cineasta, que é uma referência entre os cinéfilos, estréia seus filmes com freqüência nos festivais cinematográficos Match Point é um filme de mistério protagonizado por Scarlett Johansson, que se passa na alta sociedade londrinense e conta ainda com Jonathan Rhys Meyers e Emily Mortimer no elenco. Os outros filmes que participam da competição pela Palma de Ouro não foram tão aplaudidos quanto o filme de Allen: o japonês Bashing, de Masahiro Kobayashi e Kilomètre Zéro, de Hiner Saleem, primeiro filme iraquiano a competir no Festival de Cannes (Leia mais sobre o filme). Woody Allen, um cineasta novaiorquino por excelência, se entusiasmou tanto com Londres durante a rodagem de seu filme mais recente naquela cidade, que pretende filmar novamente este ano na capital britânica.Allen declarou durante a entrevista coletiva realizada em Cannes que fez o filme na Inglaterra "porque é cada vez mais difícil conseguir financiamento nos Estados Unidos". Além disso, "o tempo em Londres é cinza e frio, assim é perfeito para mim". E acrescentou que só espera "voltar a Londres para rodar outro filme".Durante a entrevista, os jornalistas perguntaram a Scarlett se estava seguindo os passos das musas anteriores de Allen, Mia Farrow e Diane Keaton. A atriz desconversou. "Não sei se sou sua nova musa. Mas estou feliz por estarmos trabalhando juntos de novo". Scarlett foi escalada para filmar a próxima produção londrina de Allen.Com apoio parcial da BBC Films, Match Point aborda a divisão entre a boa e a má sorte na vida. Jonathan Rhys Meyers interpreta um tenista profissional irlandês que é acolhido no seio de uma família de alta sociedade inglesa, recebe um cargo em sua empresa e se casa com sua filha, vivida por Emily Mortimer. Sua relação com a família é afetada quando vive uma aventura amorosa com a ex-noiva de seu cunhado, vivida por Scarlett Johansson, uma jovem sedutora norte-americana que procura inutilmente espaço em Londres como atriz.Segundo Allen, a situação que se vê na tela ocorre com freqüência na vida real. "Penso que há uma enorme quantidade de injustiças e de crimes manifestos que se comentem diariamente em todos os extrados da sociedade... Que ninguém castiga, e com freqüência são recompensados muito generosamente", disse Allen. "Assim, não acredito que meu ponto de vista seja cínico, mas que parte de uma perspectiva correta". O ator e diretor que costumava protagonizar muitos de seus filmes se excluiu do elenco dos dois últimos filmes e utilizou neles um grupo de atores mais jovens e atraentes que em suas produções anteriores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.