Woody Allen abre festival de cinema na Espanha

O Festival de Cinema de San Sebastian, que traz na competição oficial 19 filmes, entre eles produções da Argentina e da Colômbia, começa hoje com a exibição do novo longa do diretor norte-americano Woody Allen, Melinda e Melinda. Pela segunda vez, o festival terá uma sessão especial chamada Horizontes Latinos, criada no ano passado para apresentar filmes da América Latina de produção recente. O filme de Allen, descrito como uma comédia com momentos dramáticos, é estrelado por Radha Mitchell, Will Ferrell, Jonny Lee Miller e Amanda Peet. O longa, que abre a programação do festival, não está na competição oficial. Hoje, o júri do festival, presidido pelo escritor peruano Mario Vargas Llosa, fará uma homenagem ao diretor de Annie Hall (Noivo Neurótico, Noiva Nervosa), de 68 anos, e lhe dará um prêmio por sua obra, de quase 40 filmes. A expectativa é de que Allen dê uma entrevista coletiva depois da projeção do filme. A mostra Horizontes Latinos será aberta com Crônicas, do equatoriano Sebastián Cordero, um drama contemporâneo protagonizado por Damián Alcázar, John Leguizamo e Leonor Watling. Outros filmes do programa são a co-produção entre Bolívia e Espanha, El Atraco, de Paolo Agazzi; o filme franco-argentino Buenos Aires 100 Km, de Pablo José Meza; o filme de terror e suspense, Mala Leche, do chileno LeónErrázuriz; e os filmes argentinos La Vida por Perón, de Sergio Bellotti, Otra Vuelta, de Santiago Palavecino, e Pueblo Chico, de Fernán Rudnik.Na competição oficial estão, entre outros, os filmes Bombón, el Perro, de Carlos Sorín; El Cielito, de María Victoria Menis; Mon pére est ingénieur, de Robert Guédiguian; Nine Songs, de Michael Winterbottom; Roma, de Adolfo Aristaraín; Silver City, de John Sayles e Sumas y Restas, de Víctor Gaviria. The Door in the Floor, de Tod Williams, será exibido fora de competição e encerra o festival em 25 de setembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.